1 Dica e 5 ações para melhorar a gestão da sua clínica ou consultório
[editar artigo]

1 Dica e 5 ações para melhorar a gestão da sua clínica ou consultório

Dificuldades em administrar questões burocráticas e financeiras são alguns dos principais desafios encontrados por profissionais da área da saúde que decidem empreender na abertura de uma clínica. Além disso, existem desafios diários, como evitar fraudes médicas e manter sua equipe motivada para atender pacientes e colaboradores.

Uma pesquisa feita pela Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) estima que os gastos das operadoras com desperdícios respondem por 30% das despesas totais do setor. Essa taxa refere-se à quantidade de exames complementares prescritos de forma errada, além de gastos desnecessários.

Como CEO da rede de clínicas de saúde CECAM, listo 5 ações práticas que ajudam a garantir melhor atendimento, transparência e bons resultados:

1- Invista em ferramentas de gestão

Mesmo em clínicas com estrutura mais enxuta, é importante ter hierarquias, divisão dos setores e estruturas. Trabalhe com software de gestão e ele lhe permitirá fazer a administração de forma prática e otimizada. Isso irá facilitar a distribuição de funções, criação de processos administrativos desde o planejamento, organização direção e controle.

O sistema não deve ter apenas o prontuário eletrônico e agenda das consultas, mas deve oferecer ao gestor todos os dados possíveis de serem analisados. Além disso, usar a tecnologia facilita e otimiza processos, como agendamento, solicitação de exames, consulta de dados, etc. É importante já desde o início ter uma estrutura organizada e usar da tecnologia, pois irá melhorar também a gestão do tempo e evitar erros.

2- Contrate lento e demita rápido

Para que tudo funcione adequadamente é necessário ter uma equipe altamente engajada e comprometida com os valores e missão da empresa. Defina o que realmente é importante e leve o tempo necessário para começar o processo seletivo na escolha dos funcionários – desde médicos, enfermeiros até recepcionistas e copeiros. Após a contratação, estabeleça um período para que ele possa mostrar suas habilidades. Dê feedbacks regularmente sobre o desempenho.

3- Saiba delegar tarefas e cobrá-las corretamente

Ao delegar tarefas para equipe, evite solicitar por diversas vezes a entrega. A forma correta de cobrar as solicitações é estipular prazos junto ao funcionário e permitir que o mesmo traga dentro do período determinado os resultados do seu trabalho. Dessa forma, é possível evitar o desgaste e a pressão causados por cobranças ineficientes. Outra dica valiosa é estabelecer indicadores de objetivos alcançados para todas as funções, avaliando-os periodicamente.

4- Aposte em tecnologia

A tecnologia ajuda na relação médico X paciente já que permite um atendimento personalizado e rápido. Um exemplo disso é o aplicativo do CECAM, que após adesão para marcação de exames e consultas, permitiu também um monitoramento dos pacientes.

O aplicativo permite também que os pacientes possam dar elogios, sugestões ou críticas com maior facilidade ao estabelecimento, o que ajuda na melhoria do atendimento. Sem o aplicativo seria quase impossível saber que 89% dos pacientes consideram o atendimento bom ou ótimo e que 11% consideram ruim ou péssimo. Com este canal de comunicação, temos a possibilidade de saber o motivo da insatisfação e criar planos de melhoria.

5- Valorize seu atendimento

Desde 2014 a frente da rede de clinicas de saúde CECAM, criamos um novo modelo de gestão que preza pelo cuidado com o paciente do começo ao fim. Com atendimento completo e ágil, o CECAM é formado por uma equipe multidisciplinar que acompanha o paciente em 5 etapas: com consulta, encaminhamento para exames, diagnóstico, tratamento e pós-tratamento. Caso necessário, o paciente é direcionado para outra especialidade de uma clínica parceira e assim otimizam tempo e custo.

6- Seja HONESTO consigo mesmo

Considero esta dica a principal. Se você, médico, fica arrepiado com as dicas anteriores e considera isso tudo coisa de outro mundo, recomendo que repense seu planejamento de carreira.

Existem pessoas que são empreendedoras e pessoas que gostam de estabilidade. Quem gosta de estabilidade terá dificuldade enorme de montar seu próprio consultório, e muito provavelmente quando o fizer, perceberá que o consultório só fatura e só traz rendimentos quando você, pessoalmente, trabalha. Isso acontece porque você não montou um negócio. Você É o negócio. E isso não se encaixa naquela máxima: "trabalho para mim mesmo", ou "independência financeira". No fim você se torna escravo da sua estrutura, dos seus funcionários e dos seus pacientes.

Para pessoas que não são empreendedoras, existem diversas opções de carreira, como trabalhar em redes de clínicas populares e até mesmo rede de clínicas que atendem convênio.

Dr. Anis Ghattas Mitri Filho – CEO da Rede de Clínicas CECAM (www.clinicacecam.com.br) – cardiologista pelo Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo e UNIFESP/EPM, mestre em Terapia Intensiva e possui especialização em Gestão de Clínicas e Hospitais pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

COMPARTILHE
Anis Ghattás Mitri Filho

Anis Ghattás Mitri Filho

Médico Empreendedor - Clínica CECAM

Artigos relacionados

login modal