Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

A IMPORTÂNCIA DO SEGURO DE VIDA PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE

A IMPORTÂNCIA DO SEGURO DE VIDA PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE
Pedro London
nov. 30 - 7 min de leitura
000


Médicos e profissionais da saúde se dedicam a vida toda em salvar vidas, mas devido à rotina agitada que levam, muitas vezes esquecem de ficarem atentos à própria saúde. Isso pode se tornar um grande problema, levando em conta os riscos diários da profissão, como acidentes ou alguma doença que os tornem inaptos para trabalhar. 

Por estarem constantemente expostos a estes incidentes, é indispensável contar com o suporte, a segurança e a proteção de um Seguro de Vida. Além de oferecer seguridade à saúde, também proporciona proteção financeira e resguarda a sua família em momentos inesperados.

Quais são as coberturas do Seguro de Vida para profissionais de saúde?

O Seguro de Vida conta com uma ampla gama de coberturas, mas a principal delas é a cobertura por morte natural ou acidente. Na falta da proteção financeira que era garantida pelo segurado, sua família ou dependentes contam com a indenização estabelecida na apólice.

O seguro para profissionais de saúde ainda possibilita a contratação de coberturas com benefícios que podem ser utilizados em vida, como diagnóstico de doenças graves; invalidez permanente por acidente ou doença; diária por internação hospitalar, despesas hospitalares e odontológicas, entre outros. 

Doenças Graves

Este tipo de Seguro garante que você receba uma indenização em caso de um diagnóstico que te traga gastos imprevistos, como, por exemplo, tratamentos e medicamentos, e te dê tranquilidade para pagar as contas e manter sua saúde financeira, caso você precise passar um tempo longe do trabalho.

Diária por internação

Garante que caso alguma coisa aconteça com você e você precise ficar internado(a), você terá respaldo financeiro para custear gastos e perdas financeiras inesperados e ficar tranquilo(a) para se recuperar.

Acidentes Pessoais

Tem como objetivo principal garantir uma indenização em casos de acidentes que provoquem, por exemplo, morte ou invalidez do segurado, ou seja, danos físicos permanentes que incapacitem o indivíduo de continuar exercendo sua atividade profissional.

Além disso, são oferecidas outras coberturas como despesas médicas hospitalares, indenização por doenças graves, entre outras.

Diária de Incapacidade Temporária (DIT)

Médicos são profissionais liberais, com profissão regulamentada e fiscalizada pelo CRM - Conselho Regional de Medicina. Alguns atuam por regime de Pessoa Jurídica, em sistema de plantão, que oferece possibilidade maior de retirada. Mas caso precisem de internação ou afastamento do trabalho, não recebem nada.

No caso do médico autônomo é importante contratar uma cobertura conhecida por Diária de Incapacidade Temporária (DIT), que garante ao segurado o pagamento de uma renda caso ele fique impossibilitado de trabalhar temporariamente por conta de uma doença ou acidente.

Quais são as vantagens de ter um seguro de vida?

Médicos e enfermeiros que trabalham em UTI e emergência estão entre os mais afetados por transtornos mentais e comportamentais que podem acabar gerando afastamento do trabalho, por causa da pressão da atividade.

O seguro pode proteger a vida financeira dos beneficiários em duas situações: morte financeira ou blindagem em renda fixa em caso de acidentes e doenças. A primeira opção garante renda ao profissional que for obrigado a parar de atuar por invalidez ou incapacidade; a segunda oferece pagamento da renda fixa em caso de internação ou afastamento.

Na hora de adquirir um seguro de vida, os médicos devem ficar atentos a algumas questões e ler atentamente a proposta de contratação observando se as coberturas são adequadas, o período de carência, os critérios para atualização dos valores, quem são os beneficiários, documentos necessários para pagamento da indenização e avaliar se vale a pena contratar as assistências que o seguro oferece, por exemplo, os serviços de reparo e manutenção da casa ou ainda o auxílio medicamentos. 

O principal ponto para se atentar é o artigo de congelamento de risco (769 do c.c). Uma vez que a seguradora que isenta esse artigo de suas condições gerais, ela não pode te negar ou recusar o benefício. 

O segundo ponto para se atentar é o tempo para o pagamento do benefício: quanto mais rápido melhor. Assim as dores são mais emocionais e menos financeiras. 

Como montar o planejamento de seguro ideal:

A primeira conta a se fazer é qual a sua capacidade de geração de renda caso você não consiga exercer a atividade atual. Por exemplo, profissionais que são empregados ou com cargo público possuem uma remuneração garantida (mesmo que seja menor que os ganhos, então a necessidade de um valor mais alto para o seguro diminui). 

A segunda conta é ver a quantidade de investimento que já possui atualmente e o quanto isso gera de renda mensal.  Essa conta pode ser subtraída da necessidade de Seguro. 

A terceira é, caso tenha cônjuge, o quanto que a renda pode complementar as despesas de casa. 

Agora vamos às contas. O que levar em consideração:

  1. Patrimônio - Em caso de falecimento, o seu seguro deverá cobrir pelo menos 10% para inventário e custos adicionais. 

  2. Para um planejamento mínimo você deve ter pelo menos 2 anos de contas básicas (despesas fixas) pagas. Isso garantirá uma boa recuperação em caso de doença e um bom estudo e mudança de rumo profissional, caso necessário. O maior exemplo disso é um cirurgião que perde suas funções motoras. 

  3. Ter um plano de contingência para despesas variáveis. A principal delas é a educação dos filhos. Porque ninguém gostaria que seus filhos ficassem sem uma educação de qualidade, correto?

Um bom planejamento requer atenção e estudo, mas todo bom planejamento você deve iniciar trazendo um exemplo de como ficaria a estrutura de seguro. 

Patrimônio: R$2.000.000,00

Custo de vida: R$22.000

Custo Fixo: R$14.000

Custo educação: R$4.000 ( Filhos de 3 e 5 anos). 

Remuneração mensal: R$25.000 ( nenhuma garantia)

Calculando o seguro:

Inventário: R$ 200.000

Custo de vida: 2 anos - R$ 14.000 x 24 meses = R$ 336.000

Educação: Filho de 5 anos - R$ 2.000 x 12 meses (ano) x 15 anos = R$ 360.000

      Filho de 3 anos - R$ 2.000 x 12 meses(ano) x 17 anos = R$ 408.000

Total Educação: R$ 768.000

Caso a sua intenção com o Seguro seja sobreviver, o ideal é que com a apólice da simulação acima você contrate um seguro de:

R$ 1.304.000 (hum milhão trezentos e quatro mil reais). 

Por mais que esse valor possa parecer muito… 

A dor financeira fica por muito tempo. 

E a boa notícia é que agora ficou fácil montar seu seguro personalizado. 

Basta clicar: Azos e Academia Médica 

Se tiver dúvidas só avisar que essa parceria entre Azos e Academia Médica tem tudo para te ajudar no dia a dia.





Denunciar publicação
    000

    Indicados para você