Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Alzheimer agora tem medicamento aprovado pelo FDA: LEQEMBI

Alzheimer agora tem medicamento aprovado pelo FDA: LEQEMBI
Fernando Carbonieri
jul. 7 - 3 min de leitura
040

Nas minhas pesquisas pela internet para manter informado o leitor da Academia Médica, tive a honra de ler um artigo importante e oportuno escrito pelo Dr. Howard M. Fillit para o STAT, publicado em 07 de julho de 2023, sobre a recente aprovação do LEQEMBI pela Food and Drug Administration (FDA). Dr. Fillit é um renomado geriatra com mais de 40 anos de experiência no tratamento de pacientes com Alzheimer e atua como diretor científico na Alzheimer's Drug Discovery Foundation. O artigo oferece uma visão perspicaz e esperançosa do futuro do tratamento da doença de Alzheimer.

A recente aprovação do Leqembi, o mais novo medicamento anti-amilóide, pela Food and Drug Administration (FDA), sem dúvida, representa um avanço notável na área, oferecendo uma nova maneira de retardar o avanço do comprometimento cognitivo leve ou doença de Alzheimer em estágio inicial.  - Dr. Howard M. Fillit

O LEQEMBI, uma nova droga anti-amilóide, promete retardar o progresso do comprometimento cognitivo leve e da doença de Alzheimer em estágio inicial. Uma das grandes barreiras ao tratamento eficaz do Alzheimer tem sido a dificuldade no diagnóstico preciso, que, tradicionalmente, dependia de métodos invasivos e caros, como PET amilóide e punção lombar. Com a entrada de novos testes de sangue no mercado, como o da C2N Diagnostics, agora temos uma maneira menos invasiva e mais acessível de rastrear o Alzheimer em estágios iniciais.

Separamos um video da notícia recem veiculada nos Estados Unidos sobre a liberação do Leqembi para comercialização

Esses avanços diagnósticos, juntamente com o desenvolvimento de novos medicamentos como o LEQEMBI, estão revolucionando nossa abordagem ao Alzheimer. Ainda assim, para garantir que esses avanços beneficiem o maior número de pacientes possível, precisamos continuar a investir na pesquisa e desenvolvimento de novos biomarcadores e métodos de diagnóstico.

Como observado pelo Dr. Fillit, "é nossa obrigação garantir que todo paciente que recebe uma droga está qualificado para ela, e isso requer diagnósticos acessíveis e econômicos". O compromisso com o acesso universal aos avanços médicos é uma missão compartilhada tanto pela Academia Médica quanto pela Alzheimer's Drug Discovery Foundation.

Estamos ansiosos para acompanhar de perto os desdobramentos desses desenvolvimentos emocionantes e trabalhar para garantir que os avanços no tratamento do Alzheimer cheguem aos pacientes que mais precisam deles. Nesta jornada, é essencial que continuemos a apoiar pesquisas e inovações contínuas.

A aprovação do LEQEMBI é, sem dúvida, um marco importante na batalha contra o Alzheimer. No entanto, como bem salienta o Dr. Fillit, ainda há muito trabalho a ser feito. Precisamos acelerar o desenvolvimento de diagnósticos e biomarcadores mais avançados e continuar a investir em ensaios clínicos bem fundamentados.

A luta contra o Alzheimer é uma que devemos enfrentar juntos, como comunidade médica global. Inspirados pela visão e dedicação de líderes como o Dr. Fillit, podemos olhar para o futuro com esperança e determinação renovadas. Juntos, podemos fazer a diferença na vida de milhões de pessoas afetadas pelo Alzheimer


Denunciar publicação
    040

    Indicados para você