[ editar artigo]

Aplicativos Médicos - Guia de Psicofármacos

Aplicativos Médicos - Guia de Psicofármacos

 

O aplicativo Guia de Psicofármacos, da carioca PEBmed, auxilia na prática do médico generalista, do acadêmico/interno do curso de medicina e residentes. Pedimos para a residente de psiquiatria Fernanda Herrera analisar o aplicativo. Confira a seguir

por Fernanda Herrera

O aplicativo Psicofármacos mostra-se muito útil para a utilização prática de médicos e estudantes de medicina nos atendimentos de emergência ou eletivos que realizam em potenciais pacientes com alguma alteração no exame do estado mental.

Elucida-se, na seção de atendimento emergencial, como deve ser  a postura do médico na hora da consulta e ao que deve atentar para identificar o distúrbio psiquiátrico. É importante ressaltar como deve ser a sala de atendimento. Muitas vezes o médico fica sujeito a possíveis agressões de pacientes psicóticos, por isso o posicionamento da cadeira do médico deve estar perto da porta de saída, facilitando a saída do profissional.

Após seguir todos os passos do atendimento, que estão bem relatados na seção do exame na emergência, devemos atentar para o início dos sintomas. Agitação e alucinações de início agudo podem indicar causas orgânicas, como distúrbios hidroelétrolíticos, por insuficiência de algum órgão, quadro caracterizado com Delirium Tremens. Desta forma o examinador sempre deve excluir este diagnóstico antes de caracterizar um quadro psiquiátrico.

Uma situação muito comum que se vê nas salas de emergência de hospitais gerais, é o paciente com queixas de dor pré cordial e sensação de síncope, que, após excluídas causas cardíacas, cirúrgicas, ou traumáticas, chega-se ao diagnóstico de transtorno de ansiedade. Neste momento o médico deve acalmar o paciente e, se necessário, prescrever algum ansiolítico, como os benzodiazepínicos, que tem ação imediata. Todo médico deve saber que esta prescrição deve ser feita com muita cautela, pois o uso crônico desta classe medicamentosa leva a dependência, dose-tolerância, déficit cognitivo, de memória, aumento do risco de desenvolvimento de Demência de Alzheimer, à longo prazo, e aumento do risco de quedas em idosos.

Toda prescrição medicamentosa deve sempre ser feita com conhecimento dos efeitos colaterais, efeitos da super dosagem (o que é muito comum na área psiquiátrica), se a ingestão exagerada pode levar a morte e qual medicação deve ser utilizada em caso de aumento dos efeitos colaterais ou impregnação da droga. Para isso é importante ter ao fácil alcance fontes de consulta, como se verifica na seção drogas do aplicativo, onde estão elucidadas precauções ao uso do medicamento.

A depressão é uma doença muito incidente na população. O clínico, ao iniciar o tratamento de um paciente com sintomas depressivos, deve sempre excluir se a depressão não é bipolar. Se um paciente com transtorno bipolar na fase depressiva for tratado com antidepressivos isolados corre grande risco de fazer uma virada, ou seja, entrar na fase maníaca, trazendo muito prejuízo para o paciente.

Fernanda Herrera é médica residente em psiquiatria da Clinica Heidelberg em Curitiba. 

Prós

  • Completo: o app psicofármacos tem um conteúdo constantemente revisado por médicos
  • Fácil: com as sessões bem divididas, o acesso a informação é bastante ágil
  • Calculadoras: As calculadoras do Minimental e do PHQ-9 são excepcionais. Facilitam em muito, principalmente se você não tem estes testes impressos no seu consultório. Há ainda uma calculadora de equivalência de benzodiazepínicos.
  • Bulário, traz o essencial sobre cada droga, como o nome comercial, a posologia, o ajuste da dose e principais efeitos colaterais
  • Condutas em psiquiatria: nesta sessão você encontra a semiologia médica da psiquiatria

Contras

  • Aplicativo pago, mas não é caro não (4,99 dólares na Google Play e AppStore)
  • Qualquer um pode comprar - Esse aplicativo deve ser usado apenas por médicos. Na atualidade, outros profissionais se acham aptos a prescrever e diagnosticar. As informações contidas nos aplicativos médicos podem dar subsidio para o  o crime de Exercício Ilegal da Medicina

Confira as imagens do APP Guia de Psicofármacos

Baixe o app na Apple Store ou no Google Play

7998c8f5838d65d0b1800c0dabef5a3fgooleplay

 

Academia Médica
Fernando Carbonieri
Fernando Carbonieri Seguir

Empreendedor serial em saúde com cases de transformação digital reais que já impactam milhões de vidas. Crio uma arena de discussões para que o conhecimento seja compartilhado e construído para que a saúde e a medicina evoluam!

Ler conteúdo completo
Indicados para você