[ editar artigo]

Boa sorte à paciente 2

Boa sorte à paciente 2

Paciente de 77 anos assistida ontem apresentou queixa de dores abdominais, perda de peso, perda de apetite e modificações de fezes. Procurou UBS e depois deu continuidade em médico particular que solicitou exames invasivos e não invasivos.

Foi constatada a presença de uma neoplasia duodenal. E logo comecei a fazer perguntas quanto a hábitos alimentares, doenças familiares e doenças atuais.

Em termos familiar a paciente não tinha histórico de câncer na família. Inclusive seus pais faleceram por doenças cardiovasculares. Sua alimentação era extremamente correta e rica em fibras. Gostava de frutas. Seus hábitos eram saudáveis. Daí pensei mais um pouco....

Perguntei de doenças atuais: a paciente tinha Diabetes Mellitus Tipo II controlada. Fazia uso de Metformina. PA alta controlada.

Mas então veio o histórico positivo para H. Pylori. A famosa bactéria Helicobacter pylori que podemos "pegar" com alimentos contaminados. Você pode ser SAUDÁVEL em termos alimentares, não ter genética para o câncer e mesmo assim um dia come algo e se contamina com essa bactéria. No início, você não sente, mas ela está ali.

A sua presença causa lesões celulares que com o tempo e persistência é como se fosse um ferimento que você está sempre "remachucando, remachucando". Um dia seus tecidos vão tentar cicatrizar o local e não o fazem da forma adequada, diversas transformações ocorrem, até a neoplasia, câncer.

O fator diabetes predispõe mais ainda pois a doença diminui a atuação do sistema imune, que é quem combate as células cancerosas. Somado ao fator da idade avançada.

Mas graças a Darwin, no caso da senhora, foi diagnosticado a tempo. Ela entra em cirurgia na quarta e torço para que nunca mais tenha uma neoplasia. Paciente muito fofa, lembrou minha avó que eu tanta amava. Falante como minha avó foi. Alegre como ela. Alguns anos separam as duas.

Mas é assim, nossas lembranças voltam. Ainda mais as relacionadas a quem nos amou tanto. Aonde quer que ela esteja, minha avó continua comigo nas minhas sinapses.

Boa sorte à paciente 2

Academia Médica
Marcela da Silveira Rocha
Marcela da Silveira Rocha Seguir

Estudante de Medicina Universidade Nove de julho - GRU

Ler matéria completa
Indicados para você