[ editar artigo]

Boas práticas na publicidade médica

Boas práticas na publicidade médica

Boas práticas na publicidade médica

Não! A publicidade dos serviços médicos não é totalmente proibida ou mal vista. Há regras que merecem ser perseguidas para a boa prática comunicação médica. Elas foram editadas devido a necessidade de regulamentar  o tema e a crescente demanda presente no sistema de Conselhos de Medicina do país sobre o assunto.

Falar sobre publicidade médica é sempre complicado. Porém, no dia 15/06, discutimos o assunto com a médica Renata Velloso, que também é administradora e consultora de marketing da empresa Doctor on the Cloud sobre o assunto. Ela também é idealizadora do curso Marketing Digital para Médicos. Se você não viu o II AM Debate ao vivo, aproveite o fim de semana pra isso. Clique AQUI para acompanhar a gravação.

O presidente em exercício do CFM no momento da edição da resolução 1974/11 disse: É cada vez mais frequente a presença dos assuntos médicos na mídia. Despertam amplo interesse pelo fato de tocar diretamente nos momentos-chave da existência humana (nascimento e morte), buscando garantir que o transcurso entre esses dois extremos (a vida) seja cumprido com o máximo de bem-estar e qualidade. No entanto, essa atenção despertada – tão natural e legítima – merece zelo. A necessidade de informar o paciente e a sociedade sobre os avanços científicos e tecnológicos, bem como o direito de divulgar a habilitação e a capacitação para o trabalho, entre outros aspectos, não pode ultrapassar os limites éticos. Numa sociedade consumista, na qual valores, infelizmente, se diluem, a medicina deve atuar como guardiã de princípios e valores, impedindo que os excessos do sensacionalismo, da autopromoção e da mercantilização do ato médico comprometam a própria existência daqueles que dele dependem."

De fato comunicar adequadamente seus serviços mantém a homogeneidade para a competição profissional. São regras que uniformizam as práticas aceitas e frisam as transgressões passíveis de punição.  Certamente, há a necessidade de você médico conhecer o conteúdo desta cartilha, pois não é recomendado contratar qualquer serviço de marketing e publicidade sem a sabedoria dos parâmetros básicos da publicidade médica. Uma leitura de pouco mais de uma hora que ira empoderar sobre as melhores práticas de comunicação para você e seu consultório.

Baixe a Resolução e Cartilha sobre publicidade médica do CFM clicando AQUI ou no hotsite do CFM

 

Mais sobre o assunto no Academia Médica:

AM Debate - O que é Marketing e o que é publicidade para médicos?

6 razões para uma médico estar presente nas redes sociais

Academia Médica
Fernando Carbonieri
Fernando Carbonieri Seguir

Empreendedor serial em saúde com cases de transformação digital reais que já impactam milhões de vidas. Crio uma arena de discussões para que o conhecimento seja compartilhado e construído para que a saúde e a medicina evoluam!

Ler conteúdo completo
Indicados para você