[ editar artigo]

Médicos antes e depois de 24h de plantão

Médicos antes e depois de 24h de plantão

Médicos antes e depois de 24h de plantão

Volta e meia recebo perguntas no facebook a respeito da quantidade de trabalho que o médico tem. Todos sabem que nós médicos, principalmente quando estamos de plantão, estamos sujeitos a atender muitos pacientes, em pouco tempo, durante as 12 ou 24 horas que estamos no plantão da urgência ou emergência.

Não é raro encontrar colegas que atendem 60, 80 ou mais de 100 pacientes durante um turno de 12 horas.

Inspirada nesta rotina, a médica de Granada Letícia Ruiz Rivera, mostra as experiências vividas durante os plantões, que transcendem a fadiga e o comprometimento. Os olhos demonstram tudo o que acontece nessas horas de trabalho árduo, o que usualmente não é capturado pelas câmeras. "Somos nós e nossas ações. Somos o lado humano de uma medicina que tende a desumanização."

Letícia é médica Hospital Universitario San Cecilio de Granada e pretende exaltar o humanismo inerente a prática médica.

Sobre “Límites

A exposição limites trata de fotografias para ver e observar. São 40 fotografias sobre papel baritado, com tamanho de 20x20cm, montadas lado a lado em um quadro de 40x50cm.

O objetivo das fotografias não é protestar.

O objetivo da exposição é mostrar seu trabalho como médica, dos seus companheiros e dos pacientes que atendemos durantes as horas de trabalho. Isto é feito através da fotografia. Da fotografia como arte. Da arte como veículo de expressão.

A exposição mostra médicos que atendem a urgência e a emergência e reflete as experiências que são vividas durante uma jornada de plantão e que transcendem o cansaço e a entrega. Os clicks foram feitos naqueles momentos que não queremos ser fotografados. "Limites" é uma homenagem ao lado humano da medicina. É uma homenagem ao lado humano da medicina. É uma homenagem as pessoas atendidas através do ato médico. A medicina como ato humano por excelência.

Acima de tudo a artista resume seu trabalho utilizando a reflexão de Gregório Marañón: " Sentiria muito a conclusão de alguém que sou desrespeitoso com a medicina, e que sou pessimista sobre seu presente e futuro. Eu respeito a medicina porque a amo[...], porém o amor deve ser crítico. Somente quando desmistificamos o objeto amado, retirando aquilo que tem de deletério, acertamos em encontrar sua essência, que é imperecível.[...] Aquele que lustra sua profissão com críticas justas, é aquele que serve a ela em sua plenitude."

Página da exposição "Límites" de Letícia Ruiz Rivera AQUI

_______________________________

Depois de ver este espetacular trabalho da Dra. Rivera, resolvemos lançar uma campanha no instagram.

Tire uma selfie antes de começar o plantão com a #PartiuPlantaoAM , e outra antes de passar seu plantão ao seu colega com a #VolteiPlantaoAM . Iremos juntar as fotos e ver o resultado! Participe você também e fale para seus amigos...

Academia Médica
David Buarque
David Buarque Seguir

Publicitário, com experiência em marketing digital, certificado em Inbound Marketing pela HubSpot. Como Customer Success, atuo com gestão de projetos e estratégias. Focado em mapeamento de processos, Automação de marketing, Planejamento e Análise de

Ler matéria completa
Indicados para você