O estudante de medicina 3.0
Fernando Carbonieri 2014/03/11 14:18:51 +0000 | 6 minutos de leitura
[editar artigo]

O estudante de medicina 3.0

Com o intuito de divulgar como a revolução da informação está moldando médicos e pacientes no mundo inteiro, fui convidado pelo professor João Carlos Simões a dar uma aula para alunos do primeiro ano de medicina da Faculdade Evangélica do Paraná em 26/02/2014.

A apresentação você encontra a seguir:

( O estudante de medicina 3.0 )

Ser médico, por mais que muitas vezes tenhamos evoluído para isso, é a arte de cuidar de pessoas. São diversas as ultra-especialidades, porém o bom médico é aquele que consegue manter a essência do cuidado no indivíduo.

Para afirmar isso faço um paralelo para demonstrar que antes de tudo, nós médicos somos provedores de serviços, e como tais as pessoas que escolhem ser atendidas por nós, se comportam como consumidores. Como todos os clientes, questionam e se informam antes de aplicar seu rico dinheirinho em nossos serviços.

A medicina sempre será baseada na boa relação médico paciente. O que está mudando é como os pacientes estão obtendo informações a nosso respeito.

As redes sociais são apenas uma extensão do nosso mundo. Os números não mentem:

  • Aproximadamente um terço da população utiliza a internet no mundo;
  • O facebook possui mais de 750 milhões de usuários e acabou de comprar o Whats app que possui outros 450 milhões;
  • A cada segundo, 4 pessoas entram no LinkedIn;
  • São vistos, aproximadamente, 1 bilhão de vídeos no Youtube, todos os dias;
  • São mais de 2 bilhões de questionamentos ao Google todos os dias ---> SAÚDE É O 2º COLOCADO EM NÚMERO DE PESQUISAS
  • Saúde é o 3º atividade na internet durante toda a história (que iniciou em 1991)
  • 85% dos médicos pesquisados utilizam a internet para informações, porém apenas uma pequena parcela deles utilizama sites confiáveis como o BMJ
  • 50% dos pacientes estão discutindo os achados online com seus médicos, porém poucos médicos recomendam websites a seus pacientes.

A evolução na linguagem de programação é o que dá suporte a todo esse avanço. Devido a esse avanço, hoje vivemos a chamada Web3.0.

A evolução da internet:

Web 1.0: No início, devido aos altos custos de acesso, armazenagem, produção de conteúdo e programação, as informações contidas na internet eram produzidas apenas por grandes corporações. Jornais e Revistas bem estabelecidos, indústria farmacêutica, Universidades, centros de pesquisa, eram as principais provedoras de informação. Os usuários eram escassos pois o acesso aos desktops e à conexão eram extremamente caros

Web 2.0: A evolução da internet em velocidade de banda e o barateamento do acesso proporcionaram uma maior interação dos usuários com o conteúdo. A tecnologia da informação evoluiu de forma exponencial pois conseguiu criar linguagens que acompanharam a entrada de toda essa população no meio digital. Aqui começa a era da internet em todos os lugares. Ipod, Iphones, IOS, Android evoluíram dos antigos "palms". Essa era ainda persiste e está em constante transformação. Blogs, Wikis e o Compartilhamento Social, são as ferramentas que o homem utiliza na atualidade para informar e manter-se informado.

Web 3.0: A partir desse momento temos uma internet inteligente. Daqui pra frente nossa comunicação e a forma como o mundo digital nos enxerga mudou completamente. Empresas como Google, Facebook, LinkedIn, Twitter e muitas outras conseguem a partir desse momento ler tudo o que você faz online. Dessa forma eles fornecem informações que você "precisa" sem ao menos requisitá-las. Tudo baseado em seu histórico online. As ferramentas agora são colaborativas. Todos são produtores de informação não importando escolaridade, classe social ou webfóbicos. Ninguém está fora do BIGDATA. Essa enxurrada de informações tratadas por sistemas que as leem semanticamente proporcionarão um futuro próximo que a internet será invisível, mas suas aplicações estarão cada vez mais presentes em nosso dia-a-dia.

Resolvi não me aprofundar em Web 4.0 porquê 5 ou 10 anos é muito tempo para termos conclusões específicas.

Um exemplo dessa evolução é o SCANADU, que você pode conhecer melhor AQUI.

O infográfico a seguir, retirado do scienceroll.com e mostra onde estamos, o que estamos desenvolvendo e o que ainda necessita de tecnologia para ser desenvolvido na atenção à saúde.

tecnologia na medcina

 

Após o exposto devemos considerar:

  • Mídia social é o formato atual da internet para nos comunicar e interagir
  • Apesar de um futuro incerto, as mídias sociais serão benéficas, pois seus pacientes interagirão com vocês para empoderar como nunca antes visto do processo de saúde e doença
  • A ética ainda é uma das únicas sabedorias que não é mutável. Apoie-se sempre nela para tirar suas conclusões.
  • Um mundo desconhecido irá se mostrar num futuro bem próximo. Você e seus mestres serão os principais personagens dessa era.

Comente abaixo o que você acha de tudo isso! Creio que o assunto é assustador para muitos médicos, mas isso vem se tornando cada vez mais comum em nossos consultórios, diariamente. 

 

COMPARTILHE
Fernando Carbonieri

Fernando Carbonieri

CEO e Founder - Academia Médica

Artigos relacionados

login modal