[ editar artigo]

Pacientes oncológicos devem ser vacinados contra a COVID-19?

Pacientes oncológicos devem ser vacinados contra a COVID-19?

Pacientes com câncer são considerados parte do grupo de risco para complicações da COVID-19. A doença apresenta risco ainda maior para aqueles com câncer de pulmão, metástases e neoplasias hematológicas. Sendo assim, vacinar-se contra a Covid-19 diminui o seu risco de pegar a doença e evoluir para quadros mais graves, além de reduzir as chances de mortalidade [2].

O National Comprehensive Cancer Network (NCCN), aliança dos 30 principais centros de câncer nos Estados Unidos, publicou as seguintes recomendações para vacinação de pacientes oncológicos [3]:

  • Pacientes que devem receber a vacina assim que disponível:
    • Pacientes com tumores hematológicos e insuficiência medular;
    • Pacientes com tumores hematológicos em terapia de manutenção de longo prazo;
    • Pacientes com tumores sólidos em quimioterapia citotóxica, terapia-alvo, inibidores de checkpoint e outra imunoterapia ou radioterapia;
    • Cuidadores e contatos contatos próximos (com mais 16 anos de idade).
  • Pacientes submetidos a transplante de células-tronco hematopoéticas ou em terapia-alvo: adiar a vacinação por pelo menos 3 meses;
  • Pacientes em tratamento ou em planejamento de quimioterapia devem evitar a vacina quando os glóbulos brancos estão no ponto mais baixo; e, portanto, é melhor administrar a vacina duas semanas antes ou duas semanas após a infusão, ou mesmo entre os ciclos da terapia;
  • Pacientes em radioterapia não precisam “distanciar” a aplicação da vacina das sessões;
  • Pacientes em planejamento de transplante de medula óssea possuem um momento ideal para a vacinação, que só pode ser agendada após discussão com o médico responsável;
  • Pacientes com neoplasias hematológicas em quimioterapia citotóxica intensiva, como regimes baseados em citarabina ou antraciclina para leucemia mieloide aguda: adiar a vacinação até a recuperação da contagem de neutrófilos;
  • Pacientes submetidos a grandes cirurgias: vacinar alguns dias antes ou depois da cirurgia;
  • Pacientes que estiverem usando tamoxifeno: não há contraindicações para a vacina durante o uso do tamoxifeno ou outros inibidores de hormônios.

A vacina pode aumentar as complicações da imunoterapia contra o câncer?

Hoje, não há evidências de que a imunoterapia contra o câncer aumente as complicações de qualquer administração anterior de vacina viral. Assim como em outras infecções virais, as vacinas de vírus vivo ou atenuado são contraindicadas para pacientes oncológicos. Vacinas recombinantes inativadas, subunidades proteicas e de ácido nucleico, como DNA ou RNA, podem ser administradas com segurança [1]. 

Alguma vacina é melhor que outra para pacientes oncológicos?

Não há contraindicação para as vacinas disponíveis hoje, as quais são feitas por uso do vírus inativado, fragmentos do vírus, RNA mensageiro e/ou veículo adenovírus [1]. É importante salientar que a conversa com seu médico antes é essencial, pois cada paciente possui necessidades diferentes e específicas.

 


Quer escrever?

Publique seu artigo na Academia Médica e faça parte de uma comunidade crescente de mais de 215 mil médicos, acadêmicos, pesquisadores e profissionais da saúde. Clique no botão "NOVO POST" no alto da página!


 

Referências

[1] Pacientes com câncer podem tomar vacina contra a covid-19? https://www.uol.com.br/vivabem/faq/pacientes-com-cancer-podem-tomar-vacina-contra-a-covid-19-tire-duvidas.htm?cmpid=copiaecola

[2] Perguntas e respostas: vacina para Covid-19 e pacientes com câncer: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/vacinas/13470/1204/

[3] Preliminary Recommendations of the NCCN COVID-19 Vaccination Advisory Committee: https://www.nccn.org/covid-19/pdf/COVID-19_Vaccination_Guidance_V1.0.pdf

Academia Médica
Bárbara Figueiredo
Bárbara Figueiredo Seguir

20 anos. Acadêmica de Medicina na Fundação Educacional de Patos de Minas. Estagiária da Academia Médica. Instagram: @figueiredobabi

Ler conteúdo completo
Indicados para você