[ editar artigo]

Passagem do Tempo

Passagem do Tempo

Meus cabelos ainda eram corados, atendia trêmulo. Não conhecia as prescrições, doses, diluições.

O jaleco foi amarelando, as canetas cada vez mais rarefeitas, falhavam.

As mãos suaves, engrossando. A visão já era amparada por óculos.

A fórmica da mesa acumulava décadas de sujeira e ranhuras.

Agora, meus cabelos já eram brancos. As receitas tornaram-se digitais.

Meus dedos já não carregavam a mesma precisão de outrora, minha audição também estava falha.

A luz incandescente tornara-se de LED.

Meus estudos já estavam obsoletos e minha semiologia motivo de chacota.

O que pensei ser saúde, agora era uma nova doença.

A nova saúde é algo que jamais concebi.

Não sou o mesmo médico que fui, e talvez não tenha mais tempo de ser o profissional que sempre almejei ser.

Academia Médica
Medicina em Crônicas - Elomar R. Moura
Medicina em Crônicas - Elomar R. Moura Seguir

Olá! Sou Elomar R. Moura (@medicinaemcronicas), 22 anos, de Aracaju - SE. Estudante de medicina da Universidade Tiradentes (UNIT) - SE. Um apaixonado pela literatura que escreve reflexões sobre a medicina tanto na sua prática, como na sua simbologia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você