[ editar artigo]

Por que usar personas para projetar um edifício de saúde?

Por que usar personas para projetar um edifício de saúde?

Você já ouviu falar sobre personas? Já pensou em utilizar essa ferramenta para projetos de arquitetura?

Nesse texto vamos explicar o que são personas, quais os benefícios de utilizar essa ferramenta e como os arquitetos podem aplicá-la na criação de seus projetos para a saúde.

O que são personas?

Personas são perfis fictícios que representam um grupo particular de pessoas, podendo ser clientes, usuários, colaboradores ou qualquer grupo que represente um stakeholder (parte interessada) de uma organização. As personas não são estereótipos, mas sim arquétipos, baseados em informações obtidas a partir de pesquisas em profundidade com pessoas existentes.

Por que usar personas para projetar um edifício de saúde?

Personas são criadas a partir de pesquisas em profundidade com pessoas existentes.

Apesar de fictícias, as personas auxiliam as equipes de projeto no entendimento de grupos que possuem as mesmas necessidades e comportamentos ao utilizar um produto, serviço ou ambiente.

Essa ferramenta, desenvolvida por Alan Cooper, ganhou popularidade na indústria de software nos anos 1990. Hoje, é utilizada em diversas áreas do design (produto, gráfico, UX, serviço), além do marketing, publicidade, branding e arquitetura.

Porque utilizar personas?

A criação de personas auxilia no processo criativo e permite que as equipes de projeto possam entender e visualizar de forma clara e objetiva alguns perfis de clientes.

Entre os benefícios de utilizar personas podemos apontar:

  1. Tangibilizar informações coletadas com os usuários Permitem visualizar diferentes perfis de usuários de um produto, serviço ou ambiente e auxiliam para que as decisões de projeto sejam tomadas de maneira mais assertiva e baseadas em informações coletadas com os usuários.
  2. Compartilhar informações e torná-las acessíveis Auxiliam equipes interdisciplinares a compartilhar informações geradas a partir de pesquisas com os usuários, condensando um grande volume de dados de maneira fácil e acessível.
  3. Desenvolver empatia com o usuário Colaboram para que as equipes possam desenvolver empatia com os usuários do serviço, produto, ou de um ambiente.
  4. Considerar diferentes necessidades no projeto Ao construir diferentes perfis de personas, o projetista é forçado a considerar diferentes pontos de vista e diferentes necessidades no projeto.

 

Alguns dos benefícios de utilizar personas para projetar serviços e ambientes.

O complexo ambiente de saúde

Ambientes de saúde podem ser caracterizados como complexos, pois abrigam diversos setores, cada um com sua especificidade e função. Em um mesmo espaço, diversos profissionais performam diferentes atividades, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, profissionais responsáveis pela limpeza, administração, etc., assim como circulam diversos perfis de clientes, como crianças, adultos, idosos, pessoas com deficiência, acompanhantes, etc.

Personas — um caminho para ir além da mera usabilidade

Para projetar ambientes que possam ser entendidos, aprendidos e apreciados por diferentes usuários, e que possam ir além da mera usabilidade, sendo também agradáveis e enriquecedores é preciso conhecer os objetivos e motivações de quem utiliza esse ambiente. Diversas vezes, as necessidades de quem irá utilizar o ambiente acabam ficando em segundo plano, quando conflitam com as necessidades do cliente que encomendou o projeto (que muitas vezes não é a mesma pessoa que irá utilizar o ambiente), além de questões legais, estruturais, materiais, etc.

A construção de personas nesse caso, pode auxiliar no entendimento das reais necessidades de diferentes públicos, assim como permitem que o projetista possa ter empatia ao desenvolver seus projetos.

Cada um dos grupos de usuários possui alguma ação que quer desenvolver, e teremos que levar isso em conta para que o projeto do ambiente de seja adequado para o maior número de usuários possíveis.

 

Exemplo de uma persona, nesse caso, um paciente que necessita de atendimento psiquiátrico.

Personas — para gerar uma visão comum

O uso de personas pode auxiliar não só arquitetos a inovarem a partir de uma abordagem centrada no usuário, mas também permite que equipes de projeto construam um entendimento comum da complexidade do ambiente de saúde que estão projetando. Seu uso permite que as discussões e decisões que serão tomadas ao longo do projeto, priorizem as necessidades de quem irá utilizar o ambiente.

O uso dessa ferramenta pode levar a uma mudança de foco no projeto. Um projeto que seja centrado no usuário, que se torne um ambiente inovador e que auxilie na melhoria da experiência dos usuários nos serviços de saúde.

Se interessou mais na temática do design thinking? Clique aqui e confira o curso que nós da Academia Médica preparamos especialmente para você, Dr.

 


Quer escrever?

Publique seu artigo na Academia Médica e faça parte de uma comunidade crescente de mais de 215 mil médicos, acadêmicos, pesquisadores e profissionais da saúde. Clique no botão "NOVO POST" no alto da página!


 

Academia Médica
Renata hinnig
Renata hinnig Seguir

Sócia e designer de serviço na DparaE - Design para Estratégia. É membro do SSDN Chapter Brazil – Florianópolis. Foi Jurada do Brasil Design Award (BDA) 2019 na categoria design de serviço. Mestre em Design pela UFSC.

Ler conteúdo completo
Indicados para você