[ editar artigo]

Saúde digital e o cuidado híbrido na jornada do paciente

Saúde digital e o cuidado híbrido na jornada do paciente

Desde dezembro de 2019, houve um alerta para uma pneumonia viral identificada como COVID-19. Essa doença atingiu vários países e infectou milhões de pessoas. As consequências em longo prazo ainda estão sendo observadas. Há inúmeros questionamentos da necessidade de acompanhamento, assistência e reabilitação. Inicialmente, o foco mundial esteve na contingência da pandemia e na sustentação de uma rede de serviços de urgência e emergência, além da suficiência de leitos de enfermaria e cuidados intensivos. Contudo, agora, faz-se necessário entender de que forma devemos aprimorar a jornada do paciente pós-COVID-19.

Para isto, foi realizada uma pesquisa qualitativa aplicando o método de entrevista em profundidade junto a doze líderes da área de saúde no Brasil para compreender possíveis formas de viabilizar esta condição de aprimoramento da jornada do paciente. Esse é o tema do artigo “Coordenação do cuidado baseado em saúde digital e cuidado híbrido no acompanhamento da jornada do paciente pós-COVID-19publicado na edição de julho/setembro da Revista de Administração em Saúde (v. 20, n. 80).

Baseado nesta pesquisa, observou-se que a coordenação do cuidado assistencial pode ser um excelente caminho para redefinição da jornada dos pacientes infectados, apoiado por ferramentas tecnológicas que vão desde teletriagens e teleorientações, passando por autocuidado apoiado e interoperabilidade de dados de saúde.

O cuidado coordenado promove entregas mais qualificadas em saúde, com desfechos baseados em valor como novo pilar na saúde suplementar e nas políticas públicas de saúde, que incluem, ainda, a revisão na remuneração dos serviços prestados.

O artigo também discorre sobre os principais conceitos correlatos entre a coordenação do cuidado e suas interações com a aplicação de soluções baseadas em saúde digital e cuidado híbrido, além de destacar o papel da ciência cidadã na construção de uma nova jornada do paciente. Baseado nesta premissa, procura-se constituir argumentos junto às lideranças da área de saúde para que possam refletir e promover uma revisão nos processos relacionados à jornada do paciente pós-pandemia.

Clique nesse link para ter acesso ao artigo completo. Boa leitura!

Academia Médica
Antonio Valerio Netto
Antonio Valerio Netto Seguir

Professor visitante em health data science e telemedicina na Escola Paulista de Medicina/UNIFESP. Pós-doutor em analytics e biotelemetria pelo IEP Sírio-Libanês. Doutor em computação e matemática computacional pelo ICMC/USP.

Ler conteúdo completo
Indicados para você