[ editar artigo]

iPhone 12 e Apple Watch 6 podem causar falha em marca-passos e desfibriladores

iPhone 12 e Apple Watch 6 podem causar falha em marca-passos e desfibriladores

Pacientes com dispositivos médicos implantados devem manter pelo menos 15 centímetros de distância de Smartphones e relógios inteligentes.

A recomendação do Food and Drug Administration (FDA) de que os pacientes mantenham todos os dispositivos eletrônicos de consumo que possam criar interferência magnética foi validada por meio de um estudo realizado pelos investigadores afiliados ao Center for Devices and Radiological Health (CDRH) 

O estudo buscou avaliar se marca-passos e desfibriladores cardíacos poderiam apresentar problemas de funcionamento, devido ao campo magnético gerado por celulares e relógios inteligentes.

Esses dispositivos médicos, servem para suportar distúrbios do ritmo cardíaco, como frequências cardíacas lentas ou rápidas, e possuem um "modo magnético"que deixa os aparelhos temporariamente desativados,  por exemplo, quando o usuários está sendo submetido a um procedimento em que a interferência eletromagnética é necessária ou no caso da suspensão do dispositivo ser necessária para tratamento médico. 

Esse "modo magnético"pode ser acionado de forma acidental, devido ao campo magnético forte provenientes de alguns dispositivos com campos magnéticos acima de 10G, o que pode prejudicar o paciente, colocando em risco sua vida. 

Antigamente, esses imãs eram grandes e facilmente identificáveis, no entanto, com o avanço da tecnologia, esses itens vêm se tornando cada vez menores, porém com alta força magnética e podem ser encontrados em fones de ouvido, alto-falantes dos aparelhos celulares e em fechaduras de portas, objetos cotidianos, que em muitas situações acabam ficando muito próximos ao corpo.

Durante os testes, os pesquisadores descobriram que todos os modelos de iPhone 12 e Apple Watch 6 a diferentes distâncias dos dispositivos médicos possuem campos magnéticos estáticos significativamente maiores do que 10G nas proximidades, altos o suficiente para colocar dispositivos cardíacos implantados no modo magnético. No entanto, quando uma distância de separação de seis polegadas ou mais é mantida, os telefones e relógios não acionam o modo magnético., mantendo a segurança do paciente.

Apesar de não ter nenhum caso relatado, fica o alerta, tanto aos pacientes quanto ao profissionais de saúde para que mantenham a distância recomendada, a fim de evitar qualquer tipo de problema.

A Apple forneceu em seu site de suporte uma lista dos dispositivos que contém imã e que pode interferir no funcionamento dos dispositivos médicos:

Estes produtos Apple contêm ímãs

Mantenha estes produtos a uma distância segura do dispositivo médico:

AirPods e estojos de recarga

  • AirPods e estojo de recarga
  • AirPods e estojo de recarga sem fio 
  • AirPods Pro e estojo de recarga sem fio
  • AirPods Max e Smart Case

Apple Watch e acessórios

  • Apple Watch
  • Pulseiras do Apple Watch com ímãs
  • Acessórios de carregamento magnético para Apple Watch

HomePod

  • HomePod 
  • HomePod mini

iPad e acessórios

  • iPad
  • iPad mini
  • iPad Air
  • iPad Pro
  • Smart Covers e Smart Folios para iPad
  • Smart Keyboard e Smart Keyboard Folio para iPad
  • Magic Keyboard para iPad

iPhone e acessórios MagSafe

  • Modelos de iPhone 12
  • Acessórios MagSafe

Mac e acessórios

  • Mac mini
  • Mac Pro
  • MacBook Air
  • MacBook Pro
  • iMac
  • Pro Display XDR da Apple

Beats

  • Beats Flex
  • BeatsX
  • Powerbeats Pro
  • UrBeats3

Referências

https://medicalxpress.com/news/2021-08-cell-smart-pacemakers-defibrillators.html

https://support.apple.com/pt-br/HT211900

Academia Médica
Ler conteúdo completo
Indicados para você