[ editar artigo]

Tipos de testes para a COVID-19

Tipos de testes para a COVID-19

Amigo(a) leitor(a), hoje vamos tratar de um assunto bastante interessante: os tipos de testes para detecção da SARS-CoV-2 ou COVID-19. O foco desse conteúdo está em mostrar a você quais as formas de exame para diagnóstico do Novo Coronavírus.

 

Mas, antes, por que o teste é necessário? 

Realizar o teste faz com que haja uma proteção dupla, pois ao receber o temido "positivo", o paciente nitidamente começa a se cuidar melhor e a proteger quem está a sua volta, barrando o espalhamento do vírus.

Mas não é apenas ao "positivo" que se deve prestar atenção. Nota-se na bibliografia que a quantidade de vírus que a pessoa possui tem uma importância grande em como se seguirá o curso da doença no organismo do paciente, além, é claro, do fato de possuir ou não doenças pré-existentes como diabetes, hipertensão, câncer...

É importante destacar que existem diferentes tipos de teste, são eles: o teste molecular e o teste de antígeno, cada um com sua aplicabilidade e eficiência diferentes. Os primeiros são mais caros e necessitam de um profissional capacitado, mas têm boa acurácia. Testes de antígeno são mais baratos e estão amplamente disponíveis, porém um pouco menos eficazes. Ambos são executados por coleta de swab (aquele grande cotonete) na região nasal e garganta.
Vamos ver em detalhes sobre eles?

 

Testes moleculares

Este tipo de teste vasculha nosso organismo em busca de material genético do vírus e são o atual padrão de exame para investigação da doença.
Seu material de coleta é por meio do swab de conteúdos nasais e da garganta ou, em alguns casos excepcionais, da saliva.

  • PCR (Polymerase Chain Reaction)

Uma parte dos moleculares usam testes da chamada reação de cadeia polimerase ou, para os íntimos, o PCR (do inglês, Polymerase Chain Reaction). Esta modalidade possui muita acurácia. Suas desvantagens maiores seriam o fato de que é mais caro, necessita de laboratórios certificados e profissionais capacitados para sua execução e que o resultado pode demorar alguns dias para sair.

 

Segundo o Johns Hopkins University, se nesses testes o resultado for negativo e a pessoa já estiver apresentando os sintomas há cinco dias, é provável que ela não esteja infectada com o Novo Coronavírus

 

Testes de antígeno (famoso teste rápido)

A função desses é detectar proteínas específicas que estão na superfície do vírus. Seu grande benefício é que são baratos, eficientes e rápidos, levam entre dez e 15 minutos para sair seu resultado. Quatro tipos de testes rápidos foram aprovados pela FDA para uso emergencial e eles podem ser usados para diagnósticos de pacientes que estão sintomáticos há um certo tempo.

*É importante lembrar que este tipo não é mais recomendado para o rastreamento em pacientes que estão assintomáticos. 

Sendo sempre necessário ressaltar que mesmo que o resultado do teste rápido for negativo, para que haja confirmação segura da existência ou não da doença é necessário realizar o exame baseado na técnica do PCR.

Vamos agora para um conteúdo Premium?

 

  • Um pouco sobre teste de sorologia de anticorpos

A função dos testes sorológicos de anticorpos é verificar se o organismo possui anticorpos para a doença, ou seja, investigar se o organismo foi infectado e está trabalhando para corrigir a indesejada presença do vírus. Seu material coletado é uma amostra do sangue e o prazo para sair os resultados vai de um a três dias (geralmente).

 

  • Outro dado interessante:

Segundo o Johns Hopkins, cerca de 95% das pessoas hospitalizadas com a COVID-19 produzem anticorpos, entretanto, 80% delas é que efetivamente produzem anticorpos com capacidade neutralizadora, ou seja, não basta produzir anticorpos, tem que produzir anticorpos eficazes e isso depende de organismo para organismo. 

Nesse contexto é que destacamos a importância do teste sorológico: alguns países já desenvolveram testes capazes de identificar anticorpos neutralizantes, ou seja, os que são verdadeiramente eficazes. Isso ajuda a destacar quem ainda está em risco mesmo produzindo anticorpos, pois como vimos, há a necessidade de produzir anticorpos que são realmente efetivos no combate à doença.

 

Espero ter ajudado você a entender o panorama geral dos testes. Dúvidas? Pode deixar nos comentários que ficarei feliz em ajudar você.

Mantenha-se atualizado, use máscara e tome todos os cuidados referente à higiene das mãos e distanciamento social. 

Até breve!
 

 

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

Artigo da Instituição Johns Hopkins
https://www.jhsph.edu/covid-19/articles/what-are-all-the-different-kinds-of-covid-19-tests.html
Acesso: 18/11/2020

 


Quer escrever?

Publique seu artigo na Academia Médica e faça parte de uma comunidade crescente de mais de 207 mil médicos, acadêmicos, pesquisadores e profissionais da saúde. Clique no botão "NOVO POST" no alto da página!


 

Academia Médica
Gabriel Couto
Gabriel Couto Seguir

Aluno do Curso de Medicina da Universidade Federal do Paraná. Gosta de ouvir em primeiro lugar e de ser ouvido e, quem sabe, futuro oncologista.

Ler conteúdo completo
Indicados para você