[ editar artigo]

5 erros que cometemos quando estamos sobrecarregados

5 erros que cometemos quando estamos sobrecarregados

Sentir-se sobrecarregado no trabalho normalmente significa que você está passando por estresse devido à quantidade ou dificuldade do que lhe foi atribuído. Você pode se sentir sobrecarregado depois de trabalhar em projetos desafiadores ou de receber várias tarefas com prazos apertados. Quando você se sente sobrecarregado, pode reagir de maneiras que não apenas não ajudam a situação, mas até a tornam pior. Talvez você não perceba esses padrões ou saiba o que são, mas não se esforce para fazer algo a respeito.

A seguir estão cinco erros comuns de autossabotagem que pessoas sobrecarregadas tendem a cometer. Existem soluções práticas para cada um que o ajudarão a se sentir no controle das coisas e a fazer um trabalho melhor ao navegar pelas tarefas mais importantes e resolver problemas. Confira:

1. Você acha que não tem tempo para ações que o ajudariam

As pessoas costumam ter ótimas ideias sobre coisas que as ajudariam a se sentir melhor e com mais controle - por exemplo, contratar alguém para ajudar nas tarefas domésticas, praticar o autocuidado, ir a um terapeuta, tirar férias ou organizar uma noite de jogo com amigos. No entanto, eles os dispensam porque pensam que estão muito ocupados ou que não é o momento certo, esperando para realizar essas ações até um momento mais ideal que normalmente nunca chega.

Em vez de pensar no que seria ideal, escolha a melhor opção que está facilmente disponível para você agora. Talvez você não tenha tempo para pesquisar os melhores terapeutas entrevistando vários candidatos, mas você tem tempo para escolher alguém que atenda a alguns de seus critérios e tentar algumas sessões com eles.

Quando você tem boas ideias, mas não age de acordo com elas, pode levar a uma sensação de impotência ou incompetência. Você também pode ter ciclos abertos infinitos de "deveria" e perder tempo e energia pensando as mesmas coisas repetidamente. Além disso, quando você não age, perde os benefícios que obteria ao tentar suas ideias. Ao agir para ajudar a si mesmo, você terá prática em encontrar soluções viáveis, sentirá mais autoeficácia e colherá os benefícios mais cedo.

2. Você não utiliza sua mente inconsciente o suficiente

O foco não é a única maneira de fazer as coisas. Sua mente inconsciente também é ótima para resolver problemas. Quando vou dar um passeio, minha mente divaga. Não pretendo andar atentamente; em vez disso, deixo minha mente vagar sem direcioná-la muito. Quando faço isso, invariavelmente deambulo para funcionar, mas não de uma forma desagradável. Soluções para problemas surgem magicamente, e o que devo priorizar torna-se mais claro sem esforço.

Mesmo sabendo disso, é difícil nos permitir dar um passeio no início da jornada de trabalho (antes que as temperaturas onde eu moro fiquem muito altas). O que é fascinante é que, quando caminhamos antes do trabalho, nossa ansiedade em relação ao trabalho que precisamos começar assim que chegar em casa aumenta. No entanto, isso não impede que tenhamos insights sobre nossos problemas e prioridades. Ambos podem ocorrer juntos.

Sua mente inconsciente e errante é uma ferramenta tão valiosa para resolver problemas e pensamento criativo quanto sua mente focada. Utilizar sua mente errante o ajudará a realizar coisas importantes, sem tanta pressão para se manter concentrado e sem distração o tempo todo, o que pode ser uma expectativa irracional.

As pessoas que estão se sentindo sobrecarregadas às vezes tentam bloquear os pensamentos sobre o trabalho durante seu tempo pessoal, ouvindo música, um podcast ou outro tipo de entretenimento. Tente identificar as atividades durante as quais sua mente se distrai naturalmente de maneiras úteis e resolvem problemas para você. Isso inclui dirigir, fazer exercícios, tomar banho e descansar ao sol.

3. Você interpreta o sentimento de sobrecarga como uma fraqueza

Muitas vezes, nos sentimos sobrecarregados simplesmente porque precisamos realizar uma tarefa com a qual não estamos muito familiarizados ou porque uma tarefa é muito importante e queremos realizá-la de maneira excelente. Por si só, isso não é necessariamente um problema. Muitas vezes podemos trabalhar a tarefa, apesar desses sentimentos opressores.

No entanto, às vezes nos tornamos autocríticos sobre o próprio fato de nos sentirmos sobrecarregados. Nós pensamos: “Eu não deveria me sentir sobrecarregado por isso. Não é tão difícil. Devo ser capaz de lidar com isso sem me estressar.” Quando você é autocrítico, fica mais propenso a procrastinar, porque a tarefa não apenas desencadeia sentimentos de estresse, mas também desencadeia vergonha ou ansiedade por ter esses sentimentos.

Algumas pessoas reagem a essa vergonha e ansiedade de outras maneiras. Eles podem abordar a tarefa com perfeccionismo extra ou podem ficar mais relutantes em pedir dicas e conselhos de outras pessoas. É importante substituir sua autocrítica por uma conversa interna compassiva.

4. Você segue suas abordagens e defesas dominantes

Quando ficamos estressados, tendemos a ficar um pouco mais rígidos. Como temos menos largura de banda cognitiva e emocional para considerar outras opções, tornamo-nos menos flexíveis na adaptação às demandas da situação e deixamos de seguir nossas formas dominantes de lidar com as coisas.

Todos nós temos valores, mas nem sempre os usamos a nosso favor. Por exemplo, a consideração pode se transformar em pensar demais, a autossuficiência pode se transformar em microgerenciamento ou fazer tudo sozinho, ter padrões elevados pode levar a ser exigente ou perfeccionista e a desenvoltura pode levá-lo a fazer as coisas de maneiras desnecessariamente complicadas ou não convencionais.

Quando estiver sobrecarregado, certifique-se de adequar seus valores às demandas da situação. A tarefa ou problema específico precisa de _____? (Insira seu valor dominante, como consideração ou autossuficiência.) Ou uma abordagem diferente seria mais adequada às circunstâncias?

5. Você se retira de seus apoios emocionais

Se você se sente sobrecarregado, provavelmente tem energia emocional limitada. Isso pode levar a mudanças importantes em seu comportamento e disponibilidade emocional. Elas podem ser sutis - talvez você geralmente dê um longo abraço em seu filho quando ele vem até você, mas em vez disso, agora você dá um aperto rápido e superficial enquanto ainda pensa em outras coisas e depois volta para o que estava fazendo.

Isso é autossabotagem. Você está perdendo oportunidades de encher seu copo emocional quando mais precisa e arrisca que seus entes queridos percebam as diferenças e ajam para chamar sua atenção (por exemplo, uma criança desenhando na parede ou um cônjuge discutindo sobre algo sem importância).

Identifique maneiras pelas quais você ainda gosta de se conectar com sua rede de apoio, mesmo quando sua energia emocional é limitada. Por exemplo, "gosto de desenhar ao lado de minha filha de cinco anos durante meus intervalos ou construir algo com blocos e formas com ela. Também gostamos de nos aninhar na cama enquanto assistimos às nossas telas individuais." Se você tem dificuldade para realizar essas atividades, crie rotinas para elas de modo que se encaixem em seu dia ou semana em lugares específicos - por exemplo, talvez você sempre cozinhe com seu filho nas manhãs de sábado.

Ao estar ciente dos cinco padrões delineados aqui, você pode tornar mais fácil para você e para as pessoas ao seu redor superar tempos difíceis e desafiadores. Eles são padrões compreensíveis para se encaixar - e não uma razão para você ser autocrítico. Saiba quais são as armadilhas e faça pequenas mudanças fáceis para superá-las.

 


Quer escrever?

Publique seu artigo na Academia Médica e faça parte de uma comunidade crescente de mais de 215 mil médicos, acadêmicos, pesquisadores e profissionais da saúde. Clique no botão "NOVO POST" no alto da página!

 


Referências

  1. 5 Mistakes We Make When We’re Overwhelmed [Internet]. Harvard Business Review. 2021 [cited 2021 Jul 23]. Available from: https://hbr.org/2021/04/5-mistakes-we-make-when-were-overwhelmed

  2. Indeed Editorial Team. 7 Ways To Manage Feeling Overwhelmed at Work [Internet]. Indeed Career Guide. Indeed; 2021 [cited 2021 Jul 23]. Available from: https://www.indeed.com/career-advice/career-development/overwhelmed-at-work ‌

Conteúdo traduzido e adaptado por Diego Arthur Castro Cabral

 

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você