[ editar artigo]

As 7 virtudes do Médico

As 7 virtudes do Médico

Virtude (latim: virtus; em grego: ἀρετή) é uma qualidade moral particular. É uma disposição estável de praticar o bem que revela mais do que uma simples característica ou uma aptidão para uma determinada ação boa, trata-se de uma verdadeira inclinação. São todos os hábitos constantes que levam o homem para o bem, quer como indivíduo, quer como espécie, quer pessoalmente, quer coletivamente. Segundo Aristóteles, é uma disposição adquirida de fazer o bem, e se aperfeiçoa com o hábito.

Durante 5 meses, nosso colaborador Hélio Angotti Neto publicou aqui no Academia Médica artigos sobre as 7 virtudes inerentes ao médico. Uma série inspiradora, baseada na obra de médico e pensador Edmund Pellegrinoque inspirou-se nas virtudes cristãs para deixar-nos sua obra.

Reunimos neste post as 7 virtudes que todos os médicos devem buscar e vigiar. Uma série inspiradora que pode ajudá-los a encontrar um guia para a profissão.

>> Clique em cada uma das virtudes abaixo para ler o post na íntegra.

1) Confiabilidade.  Alain Peyrefitte já falava que sem confiança não há ambiente para nenhum tipo de progresso, somente há o caos. Obviamente, sem a confiabilidade, não existe relação médico-paciente.

2) Compaixão. A compaixão é uma das mais belas virtudes inerentes ao médico. Sofremos junto com nossos pacientes e não descansamos até que haja algum desfecho favorável. Simplesmente não há relação médico paciente sem a compaixão!

3) Prudência - First do no harm! O terceiro artigo da série "Virtudes Médicas" traz reflexões sobre uma das características mais marcantes do verdadeiro médico: a prudência. Apenas com ela respeitamos os limites de nosso conhecimento e concretizamos uma boa relação médico-paciente.

4) Justiça. A justiça é também uma virtude que deve ser inerente à todo médico. Mais um texto que deve ser lido por todos nós, para podermos vigiar a boa profissão, principalmente em tempos de tanta precarização da Arte Médica

5) Fortitude: a coragem moral. A fortitude é a capacidade de lidar com problemas e desafios de ordem moral sem se abalar, sem ceder, sem perder a compostura. É resistir à pressão do grupo, à pressão da sociedade ou à covardia moral para buscar acima de tudo o que é certo para o paciente.

6) Temperança. O médico deve possuir temperança! Temperança é arte de evitar excessos ou faltas, é a arte de viver de forma inteligente. É no cotidiano evitar os vícios que podem destruir a carreira e prejudicar a capacidade de beneficiar o paciente.

7) Integridade e dignidade. A vigília sob a arte da medicina e a paixão pelo bom trabalho é o que realmente dignifica a medicina e mantém a integridade do médico.

Caso tenha gostado do trabalho do Dr. Angotti, confira seu livro "A Morte da Medicina".

 

Livros de Pellegrino:


Quais virtudes que os médicos precisam ter você acrescentaria nessa lista? Conte-nos abaixo!

 

Academia Médica
Academia Médica
Academia Médica Seguir

Página da redação do Academia Médica para noticiar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler matéria completa
Indicados para você