[ editar artigo]

Comissão da Câmara aprova 18,7% da receita da União para saúde e rejeita novo tributo

Comissão da Câmara aprova 18,7% da receita da União para saúde e rejeita novo tributo

Segundo o texto, esse percentual será atingido em 2018, de forma escalonada, começando em 15% no ano que vem

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (20) proposta que destina 18,7% da receita corrente líquida da União para a saúde, sem a criação de novo tributo. Segundo o texto, esse percentual será atingido em 2018, de forma escalonada, começando em 15% no ano que vem.

O texto aprovado foi o voto em separado do deputado Osmar Terra (PMDB-RS) ao projeto de lei complementar 123/12. Antes, a comissão rejeitou o parecer do relator, Nazareno Fonteles (PT-PI), que destinava 19% da receita corrente líquida da União para a saúde e criava a Contribuição Social para a Saúde (CSS), com alíquota de 0,1% sobre a movimentação financeira, nos moldes da antiga CPMF.

O texto de Fonteles também criava um fundo contábil com recursos da CSS e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) devida pelas instituições financeiras, a ser usado em ações de saúde.

Fonte: Agência Câmara Notícias

Academia Médica
Fernando Carbonieri
Fernando Carbonieri Seguir

Empreendedor serial em saúde com cases de transformação digital reais que já impactam milhões de vidas. Crio uma arena de discussões para que o conhecimento seja compartilhado e construído para que a saúde e a medicina evoluam!

Ler conteúdo completo
Indicados para você