{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
Como abordar os pacientes que faltam as consultas
[editar artigo]

Como abordar os pacientes que faltam as consultas

Como abordar os pacientes que faltam as consultas

Semana passada falamos sobre o porquê alguns pacientes simplesmente perdem uma consulta. As implicações disso na saúde financeira do seu consultório são inúmeras merecem urgência para serem reparadas.

ACESSE AQUI O TEXTO 6 MOTIVOS PARA OS PACIENTES PERDEREM AS CONSULTAS

Continuando o assunto hoje falaremos sobre a abordagem que você deve ter sobre seu paciente para que isso não ocorra (ou pelo menos diminua drasticamente).

Obviamente, a melhor maneira de lembrar o paciente de que ele tem um compromisso contigo é lembrá-los de que eles tem consulta no dia seguinte.

Telefonemas – tanto gravados, quanto feitos por sua secretária – ou mesmo Email, se o seu paciente assim preferir são obrigatórios. Um estudo publicado no American Journal of Medicine descobriu que os telefonemas “Ao Vivo” são mais efetivos, porém, fazer com que seus funcionários façam ligações pode ser um pouco complicado e desafiador.

As ligações consomem tempo e podem ser negligenciadas durante um dia ocupado. Além disso, devido ao fato de sua secretária usar o horário comercial para fazer as ligações, pode haver uma necessidade frequente de deixar mensagens para seus clientes. Em contraste a isso, telefonemas gravados podem ser feitos após o horário comercial, quando é mais provável que as pessoas estejam em suas casas. Esse tipo de sistema permite que os seus clientes cancelem seus compromissos apenas apertando uma tecla.

Apesar dos desafios, as ligações feitas por seus funcionários são preferíveis pois mantém a conexão com o cliente.  A sua secretária já pode reagendar a consulta, mantendo seu paciente fiel e contente com o suporte dado.

Isso também acontece quando a secretária liga para marcar a consulta. Faz uma enorme diferença quando ela liga ao paciente de retorno e fala, “O Dr. Realmente precisa que você retorne!”. Ou para o paciente antigo, que não aparece a mais de 6 meses ou 1 ano, ela pode ligar para perguntar: “Existe alguma coisa que possamos fazer por você?”.

Essas ações demonstram que você como médico se importa com seu paciente, sendo esta a melhor estratégia para a criação de uma relação de confiança e um bom relacionamento médico paciente.

Em resposta ao texto passado, o Dr. Cristiano Clemente nos deixou um depoimento sobre isso:

“Mas que da a impressão de que a maioria das faltas é por displicência, dá. Tanto que depois que institui que após a confirmação na véspera da consulta quem faltar, independente do motivo, paga a consulta para poder marcar outra comigo, em poucos meses sai de um patamar de, ás vezes mais de 30% de falta para menos de 5%. Claro que não fazer overbooking e fazer tudo para ser pontual contribuíram para os pacientes não se queixarem e valorizarem a continuidade do acompanhamento.” – Dr. Cristiano Clemente

Você também tem algum problema com cancelamentos? Se já os resolveu, conte-nos como! Ajude-nos a desenvolver melhor esse tema que é fundamental para o bom andamento de seu consultório.

Fernando Carbonieri

Fernando Carbonieri

Fundador da comunidade Academia Médica, que desde 2012 tem o intuito de expandir os horizontes falando o que a faculdade esqueceu de nos contar.

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Artigos relacionados

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar