Como você está dormindo, doutor?
[editar artigo]

Como você está dormindo, doutor?

Como você está dormindo, doutor?

Aparentemente esse título remete a um assunto que poucas vezes discutimos aqui no Academia Médica, mas que deve ser lembrado sempre. Doutor, como é que anda a sua saúde? Como você está dormindo?

A nossa rotina é uma das mais conturbadas entre todos os profissionais. Trabalhamos ao menos 60 horas em uma semana normal. Quando as coisas apertam, invariavelmente trabalhamos mais, pois como todos, temos nossas contas a pagar, filhos a criar, família para sustentar...

Até então, aparentemente não há nenhum problema nisso tudo. Durante a faculdade fomos forjados para essa rotina. Na nossa formação são mais de 8500 horas dedicadas a aulas e estágios nos 6 anos de faculdade. Na residência são mais (pelo menos) 2880 horas por ano. Com tudo isso, chegamos a conclusão óbvia de que, Infelizmente, não somos imbatíveis. Precisamos recarregar nossas energias de forma eficaz para mantermos a produtividade tanto na faculdade e Residência, quanto nas clínicas e hospitais.

Por esse motivo trago essas 8 dicas publicadas no WebMD sobre " O que fazer durante o dia para dormir melhor durante a noite". Espero colaborar com isso, de alguma maneira, que sua noite seja mais proveitosa para conseguir dias mais produtivos e menos estressantes:

Pague suas dívidas

Após algum tempo de privação do sono você acumula uma dívida de sono. Essa é a diferença entre o quanto de sono que você precisa e o quanto que você realmente dorme.Esse débito pode ser pago dormindo um pouco mais durante as noites até que você sinta que já se recuperou.

Exercite-se de dia para dormir pela noite

Exercícios regulares podem ajudá-lo a dormir melhor. Para resultados melhores, exercite-se antes dos jantares. Não se exercite logo antes de dormir. Pela noite exercícios leves de alongamento ( como a Yoga) pode ajudá-lo a desacelerar. Se você tem mais de 50 anos, não esqueça de marcar uma consulta com seu médico antes de começar uma rotina de exercícios (é sério, mesmo que você seja médico, não esqueça do que você fala para seus pacientes).

Escolha muito bem seu cardápio noturno

Um biscoito de fibras e um copo de leite pode ajudá-lo a dormir mais rápido. Esse tipo de biscoito de cereais incluem carboidratos complexos que podem aumentar os níveis do amino-acido triptofano. Opções podem incluir pães integrais ou uma tigela de cerais.

Vá dormir no horário

A maioria das pessoas precisa de 7 a 9 horas de sono pela noite. Os especialistas recomendam a manutenção desta rotina mesmo nos dias que você pode dormir mais. Isso modula seu relógio interno, ajudando a ficar acordado quando você precisa e a dormir quando você está pronto. Seu quarto pode ajudá-lo a dormir sendo escuro, silencioso e agradável.

Desacelere seu cérebro

Tente bloquear as preocupações do dia para deixar sua ansiedade fora da sua cama. Reserve um tempo logo depois do jantar para planejar seu próximo dia, verifique seu email, complete as tarefas ainda não finalizadas. Assim você tem tempo de resolver seus problemas antes de ir para a cama relaxar.

Evite "quebradores" de sono

A cafeina pode acordá-lo, por isso procure evitá-la depois do almoço se você tem problemas para dormir no horário. A cafeína pode permanecer no seu organismo por mais de 12 horas. Verifique as bebidas e comidas para evitá-la. Refrigerantes, chás e chocolate podem conter a cafeína. Alguns medicamentos como os descongestionantes também podem conter substâncias quebradoras de sono.

Se nada disso ajudar, procure um colega... Lembre-se de que o corpo um dia cobra todos essas horas mal dormidas ao longo dos anos.

Gostaríamos de saber sua opinião sobre este tipo de postagem! Continuamos ou não a tentativa de melhorar a qualidade de vida dos nossos colegas médicos?

Fernando Carbonieri
Fernando Carbonieri Seguir

Inovação é sua forma de exercer a medicina. Em 2012 criou a Academia Médica, comunidade dedicada a "FALAR O QUE A FACULDADE ESQUECEU DE NOS CONTAR". Membro Comissão do Médico Jovem do CFM, Palestrante, Hacking Health Curitiba e Brasil

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar
Indicados para você