[ editar artigo]

Efeitos da artroplastia total do joelho em pacientes com osteoartrite

Efeitos da artroplastia total do joelho em pacientes com osteoartrite

A osteoartrite é uma das principais causas de incapacidade em todo o mundo, e a artroplastia total do joelho mostra efeitos positivos na qualidade de vida dos pacientes, que melhora independentemente do sexo, idade, obesidade ou deformidade do joelho.

Um estudo corrobora revisões sistemáticas que trazem melhores evidências científicas relacionadas à cirurgia e foi conduzido pelo médico Helder Rocha da Silva Araujo, da Universidade Federal de Goiás (UFG), e equipe.

Médico do Hospital das Clínicas da UFG, Helder e a equipe avaliaram os efeitos da artroplastia total do joelho de indivíduos com osteoartrite de joelho pelo Western Ontario e McMaster Universities Osteoarthritis Index (WOMAC), questionário específico para indivíduos com osteoartrite. O estudo foi prospectivo, não randomizado com amostragem de conveniência.

A pesquisa Clinical and functional analysis after total knee arthroplasty (Análise clínica e funcional após artroplastia total do joelho, em tradução livre), publicada no periódico Acta Ortopédica Brasileira, incluiu pacientes com indicação de tratamento cirúrgico, e trouxe como um dos resultados a observação do alívio da dor, rigidez articular e nível de atividade física e QV geral em indivíduos com gonartrite.

 

O foco do tratamento da condição deve envolver aspectos como dor, rigidez articular e qualidade de vida, e aspectos como sexo, idade, índice de massa corporal (IMC), nível socioeconômico, comorbidades, ansiedade, depressão e catastrofização da dor podem influenciar a dor no pós-operatório.

 

Helder e colegas usaram o WOMAC para avaliar o nível de dor, rigidez articular, atividade física e qualidade de vida no pré e pós-operatório seis meses após a cirurgia unilateral. "Comparamos o WOMAC com os fatores idade, sexo, Índice de Massa Corporal e o tipo de deformidade angular do joelho".

No total, foram analisados 58 pacientes com melhora significativa no alívio da dor, rigidez articular, nível de atividade física, e qualidade de vida seis meses após artroplastia total do joelho segundo WOMAC, questionário específico para indivíduos com osteoartrite.

O universo contava com 42 (72,4%) mulheres e 16 (27,6%) homens. Do total, 43 (74,1%) apresentavam deformidade em varo e 15 (25,9%) deformidade em valgo.

Os resultados corroboram três revisões sistemáticas de metanálises que visam mostrar as melhores evidências científicas relacionadas aos efeitos dessa cirurgia, e se baseou em literatura que mostra vários estudos sobre tempo de sobrevida e alinhamento de implantes, que não necessariamente se correlacionam com ausência de dor e melhora da função.

O estudo foi realizado no Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo.

Leia o artigo científico na íntegra:
Clinical and functional analysis after total knee arthroplasty

Referências

ARAUJO, Helder Rocha da Silva et al . CLINICAL AND FUNCTIONAL ANALYSIS AFTER TOTAL KNEE ARTHROPLASTY. Acta ortop. bras.,  São Paulo ,  v. 30, n. 3,  e247855,    2022.  https://doi.org/10.1590/1413-785220223003e247855.
 

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você