[ editar artigo]

Ferramenta para criar soluções em Saúde

Ferramenta para criar soluções em Saúde

Todo profissional da saúde é um agente de transformação em seu meio, seja para seus colegas, família, pacientes ou equipe. Entretanto, o médico em especial tem poucas disciplinas relacionadas a liderança, administração e empreendedorismo em sua formação – resultado: dificuldade para criar soluções concretas que promovam mudanças necessárias para o desenvolvimento de sua equipe.

Nesse sentido, é fundamental entendermos um modelo muito interessante para a criação de metas alcançáveis: a ferramenta G.R.O.W., popularizada por John Whitmore, no livro Coaching for Perfomance, é muito trabalhada no método coaching. Do inglês: crescer; o modelo consiste em uma série de perguntas estratégicas para elaboração de objetivos alcançáveis – seja no ambiente de trabalho ou na vida pessoal. A sigla significa Goal (meta), Reality (realidade), Options (opções), What/When/Who (o que, quando e quem irá fazer).

Lançando mão desse modelo, o médico pode tornar-se capaz de estabelecer um olhar mais crítico em seu ambiente de trabalho e desenvolver meios para progredir ideias abstratas em alvos concretos para o aprimoramento da equipe ou dos serviços. Respostas criativas são frutos de perguntas engenhosas que surgem a cada passo concluído da ferramenta.

O primeiro passo para estabelecer uma transformação utilizando essa técnica é termos um olhar analítico/reflexivo sobre o estado atual para percebermos os problemas em nosso serviço de saúde. A observação detalhada do funcionamento de seu departamento é mandatória. O que pode ser melhorado?

Esse processo de problematização irá gerar metas a serem atingidas, levando-nos ao próximo passo que consiste em analisar criticamente se os pontos estabelecidos estão dentro da realidade da sua empresa ou departamento: quais recursos temos para implementar essas ideias? Há dinheiro suficiente? Depende somente do meu esforço ou de outros indivíduos? Como angariar fundos para tal?

Nessa lógica, iniciamos o planejamento das alternativas a serem pensadas caso haja dificuldades, consistindo no terceiro passo. As perguntas geradas aqui devem nos levar a buscar diferentes soluções para os cenários possíveis dentro do alvo selecionado, a fim de deixá-lo mais alcançável, mesmo diante dos obstáculos. O que pode me atrapalhar? O que pode dar errado? Como lidar com tais variáveis?

Após essa reflexão, o podemos ir para o quarto passo, que consiste em estabelecer o que será feito, por onde iniciar, quais as pessoas envolvidas, data de início das atividades, detalhadamente. Nesse sentido, estando a par de todo o contexto que envolve sua meta, você terá um plano de ação, o qual deverá ser revisto sistematicamente. Então, você estará pronto para colocar as mãos na massa depois de gestar todo o seu objetivo. Procure seguir o que foi concebido, mesmo que haja empecilhos.

Além de funcionar como ferramenta para criar soluções em ambientes de trabalho, o método G.R.O.W. também pode ser usado para implementação de metas pessoais. O grande aprendizado trazido pelo método é o desenvolvimento de perguntas certas – algumas sem respostas prontas - para que o plano elaborado tenha data e hora para início, transformando a meta em algo palpável.

Academia Médica
Leinyara Benites
Leinyara Benites Seguir

Estudante de Medicina pela Universidade UNIDERP - Mato Grosso do Sul, sempre fui envolvida com as áreas de saúde, cuidado ao paciente e afins, além de tecnologia da informação.

Ler matéria completa
Indicados para você