{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
Governo libera gratuitamente algumas das melhores bibliotecas de saúde do mundo
[editar artigo]

Governo libera gratuitamente algumas das melhores bibliotecas de saúde do mundo

Governo libera gratuitamente algumas das melhores bibliotecas de saúde do mundo

Logo eu, um dos maiores críticos dos feitos petistas na área da saúde, venho elogiar algo. Faço isso porque acredito que devemos valorizar aquilo que realmente é bom.

Este é o caso da página Saúde Baseada em Evidências. A partir dela você, como médico ou acadêmico de universidades federais, pode acessar algumas bases de dados que são pagas ( e caras ), diminuindo seu gasto com compra de livros, assinaturas de revistas científicas ou de material multimídia para suas apresentações.

É necessário o cadastro para ter acesso ao conteúdo dos portais da Ateneu, Best Practice do BMJ, Dynamed da Ebsco, Dynamed (calculadoras e interações medicamentosas), Biblioteca Virtual em Saúde, Access Medicine (McgrawHill), Access Emergency Medicine (McgrawHill), BMJ Learning, entre outras menos importantes para médicos e acadêmicos de medicina.

Mas nem tudo são mil maravilhas. Alguns dos sites utilizam do "apoio governamental" para liberar uma parcela do seu enorme conteúdo. Esta é uma maneira de marketing de guerrilha, que utiliza o acesso "gratuito" até o ponto que você percebe que aquilo tornou-se necessário a você. Uma tática comum, mas não comumente observada em ações governamentais como é o Saúde Baseada em Evidências.

Como havia dito anteriormente, estes produtos são caros. No caso do Access Emergency Medicine, não conseguimos identificar com prontidão qual é o conteúdo liberado ao acesso do profissional de saúde brasileiro. Para ter acesso a maioria dos conteúdos há uma taxa de 24 dólares por hora ou até 599 dólares por ano.

Nesta linha observamos também os canais Sports Medicine and Exercise Science in Video, Nursing Reference Center, Rehabilitation Reference Center, Social Work Reference Center e outras ferramentas da Micromedex. Para todos estes sites, o governo oferece em seu canal uma versão trial para você "conhecer" tais produtos por um período de tempo. Nesta linha, até o badalado UpToDate já deste site de propagandas de ferramentas científicas do Governo.

Apesar desta manobra reprovável, o acesso as bases de dados que não cobram mais nada por seu uso é bom e merece ser compartilhado. Em especial os produtos do British Medical Journal, que com um bom inglês permite que você aprenda com seus documentos, vídeos, papers e podcasts, substituindo quase que completamente sua ida a biblioteca da faculdade para emprestar um livro.

Não podemos deixar de citar também o Access Medicine, que disponibiliza gratuitamente livros ( na íntegra) como o Harrison, o Gray, o Current 2014, e outros muitos que são figurinhas carimbadas nas estantes das faculdades do Brasil.

Em posts futuros iremos dissecar melhor estas duas ferramentas (BMJ e Access Medicine). Por enquanto, entre no site do Saúde Baseada em Evidências e vá descobrindo estas ferramentas que vão melhorar sua vida como acadêmico ( das federais apenas), médico, residente e docente de medicina.

Acesse o portal Saúde Baseada em Evidências clicando AQUI, crie o seu cadastro e comece a pesquisar e aprender com as maiores instituições de medicina do mundo.

Deixe abaixo o relato de sua experiência. Compartilhe com os outros médicos. Esta ferramenta é útil e pode ajudar a muitos que nem sabem de sua existência.

Fernando Carbonieri

Fernando Carbonieri

Fundador da comunidade Academia Médica, que desde 2012 tem o intuito de expandir os horizontes falando o que a faculdade esqueceu de nos contar.

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Artigos relacionados

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar