{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
Greve Nacional dos Médicos Residentes
[editar artigo]

Greve Nacional dos Médicos Residentes

Greve Nacional dos Médicos Residentes

O movimento continua e a greve geral está programada para o dia 18/11/2015, cao o Governo não adiante as conversas. Você pode acompanhar as próximas ações clicando AQUI.

São inúmeros os motivos que vem açoitando os Médicos Residentes do Brasil. O principal deles é sem dúvida as más condições referentes à qualidade de ensino destes, que jamais podem aprender a especialidade sem os recursos físicos e humanos adequados. São hospitais escolas que não fornecem preceptoria presente "full time" pois o médico não é bem remunerado para exercer a função de Preceptor. São hospitais escola que muitas vezes não possuem recursos para manter a farmácia cheia, os lençois trocados, o pagamento da bolsa em dia...

Além disso, merece holofote o descaso do Governo que insiste em não conversar com as entidades médicas para garantir a qualidade das residencias que já existem e das novas que estão sendo midiaticamente criadas pelo programa Mais Médicos. Outro ponto é a bolsa, que na RM varia de 2500 a 2900 reais, enquanto a de outros programas de "ensino" médico do governo (PROVAB e Mais Médicos) é de 10400 reais.

Iremos conversar ao vivo com o presidente da Associação Nacional dos Médicos Residentes, Arthur Danila, hoje ( 25/08/2015)as 21h. Participe você também enviando perguntas nos comentários abaixo. A moderação do debate será feito por Fernando Carbonieri, Diretor do Portal Academia Médica.

Para participar conosco ao vivo, CLIQUE AQUI

Chega de aceitar esse sistema falho que impele a menor qualidade da formação do médico especialista brasileiro. Está na hora de toda a classe médica se reunir em prol da qualidade e do futuro da profissão. Compartilhe as demandas da Associação Nacional dos Médicos Residentes com seus colegas Residentes, Médicos Preceptores e Acadêmicos de Medicina.

Caros Colegas Residentes,

Após a promulgação da Lei dos Mais Médicos nº 12.871 de 2013, a residência médica passou por transformações que comprometem profundamente sua qualidade. A situação se agrava a cada dia quando se associam o desmanche político da residência médica com o corte de verbas do SUS. Assim, em Assembleia Geral Extraordinária da Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR), realizada em 23 de agosto de 2015, a entidade decidiu por lançar o Movimento Nacional de Valorização da Residência Médica.

As pautas e objetivos do presente movimento são:

1) Aumento da representação das entidades médicas na composição da CNRM e fim da câmara recursal;
2) Fiscalização imediata de todos os programas de residência do país para garantir a qualidade destes, antes da abertura de novas vagas. A fiscalização deverá ser realizada por médico de especialidade correspondente ao programa e representante dos médicos residentes;
3) Revisão completa do texto do Decreto nº 8.497 de 4 de agosto de 2015 para garantir que a Residência Médica permanece como padrão ouro de formação de especialistas;
4) Levantamento dos cortes orçamentários e suspensão destes em todos os serviços (hospitais, unidades básicas de saúde, etc.) em que atuam médicos residentes;
5) Plano de carreira e de valorização para os Médicos Preceptores, com inclusão de remuneração adequada, desenvolvimento continuado e tempo exclusivo para atividades didáticas;
6) Plano de carreira nacional para médicos do SUS com garantia de remuneração adequada, progressão de carreira, desenvolvimento profissional e educação continuada;
7) Fim imediato da carência de 10 meses para que médicos residentes possam usufruir de seus direitos junto ao INSS;
8) Cumprimento da legislação vigente sobre residência médica com a garantia do auxílio moradia;
9) Isonomia da Bolsa de Residência Médica com bolsas oferecidas por outros programas de ensino médico em serviço do Governo Federal como PROVAB e Mais Médicos. A complementação deverá ser realizada com recursos dos Ministérios da Educação e Saúde para não onerar as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde.

Para que tais pleitos sejam atendidos, serão tomadas as seguintes ações dispostas em cronograma nacional único:

- 26/08: Reunião com a Secretaria de Ensino Superior do MEC para entregar nossas reivindicações e informar do prazo de um mês para ações do governo;
- 27/08: Lançamento oficial do movimento durante o VI Fórum Nacional de Ensino Médico do CFM;
- 08/09 a 24/09: Panfletagem com a população assistida por médicos residentes sobre a atual situação destes profissionais e do SUS;
- 24/09: PARALISAÇÃO NACIONAL DOS MÉDICOS RESIDENTES POR UM DIA a partir das 10h com manutenção apenas de atendimento de urgência e emergência.

-12 de novembro para deliberação nesta data, pela ANMR, dos próximos passos da mobilização nacional.

- 18 de novembro início da paralisação nacional dos médicos residentes

O sucesso deste movimento e por consequência de nossos pleitos é diretamente relacionado a participação de todos. Assim, pedimos que todos os residentes entrem em contato com suas associações locais para se informar mais como participar, ou diretamente com a ANMR na ausência de um associação local.

Juntos pela Residência Médica de qualidade!

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS MÉDICOS RESIDENTES - GESTÃO 2015

Não esqueça de encaminhar estas demandas a outros médicos e residentes. A medicina brasileira precisa de união contra àqueles que querem denegrir esta linda profissão!

Fernando Carbonieri

Fernando Carbonieri

Fundador da comunidade Academia Médica, que desde 2012 tem o intuito de expandir os horizontes falando o que a faculdade esqueceu de nos contar.

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Artigos relacionados

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar