Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Karolinska: Solução Digital é efetiva no tratamento de transtornos de automutilação em adolescentes

Karolinska: Solução Digital é efetiva no tratamento de transtornos de automutilação em adolescentes
Fernando Carbonieri
jul. 14 - 3 min de leitura
000

Você já ouviu falar da Terapia Individual de Regulação Emocional em Adolescentes, a IERITA? Trata-se de um método inovador que tem mostrado resultados notáveis no tratamento de automutilação em jovens. Eu estava lendo um estudo fascinante publicado recentemente na JAMA Network Open que aborda isso.

O estudo foi realizado por pesquisadores da Karolinska Institutet e da Region Stockholm. Eles conduziram uma pesquisa entre 2017 e 2020, envolvendo 166 jovens de 13 a 17 anos que haviam se automutilado pelo menos cinco vezes no ano anterior. Os pais também foram envolvidos no processo.

A IERITA é realmente uma abordagem interessante. Ela é composta por onze módulos entregues ao longo de doze semanas, com acompanhamento online de um terapeuta. A ideia central é ensinar aos jovens maneiras mais adaptativas de regular suas emoções, reduzindo assim a necessidade de se automutilar. Além disso, os pais também participam de um curso online de seis módulos sobre como melhor apoiar seus filhos.

O que é verdadeiramente notável são os resultados que obtiveram. Comparada com o atendimento regular, a IERITA conseguiu reduzir em impressionantes 82% os episódios de automutilação e comportamentos autodestrutivos nos jovens. Isso, juntamente com uma melhoria na capacidade de regular emoções e um maior nível de funcionamento após o tratamento. Em comparação, a redução foi de apenas 47% com o atendimento regular sozinho. E esses efeitos ainda eram significativos no acompanhamento de três meses após o término do tratamento.

Esses resultados sugerem que a terapia digital pode ser uma ferramenta muito útil para aumentar a acessibilidade ao tratamento de transtornos mentais em crianças e jovens. Especialmente em áreas rurais ou com longas listas de espera para clínicas físicas. Mas também é importante ressaltar que, apesar das muitas vantagens da terapia digital, existem algumas limitações. Por exemplo, pode não ser adequada para todos os pacientes, especialmente aqueles com transtornos mentais graves ou que requerem atendimento de emergência.

Entretanto, os dados são promissores e acredito que a terapia digital, como a IERITA, pode se tornar uma ferramenta cada vez mais importante em nossa caixa de ferramentas de tratamento. É importante que continuemos a avaliar cada paciente individualmente e a pesar cuidadosamente as vantagens e desvantagens da terapia digital em comparação com a terapia tradicional em um ambiente físico.

Aqui está o link para o estudo, caso queira dar uma olhada. Você vai achar muito interessante: https://jamanetwork.com/journals/jamanetworkopen/fullarticle/2807193".


Bjureberg J, Ojala O, Hesser H, et al. Effect of Internet-Delivered Emotion Regulation Individual Therapy for Adolescents With Nonsuicidal Self-Injury Disorder: A Randomized Clinical Trial. JAMA Netw Open. 2023;6(7):e2322069. doi:10.1001/jamanetworkopen.2023.22069


Denunciar publicação
    000

    Indicados para você