[ editar artigo]

Medicina Baseada em evidências com foco no indivíduo

Medicina Baseada em evidências com foco no indivíduo

medicina baseada em evidências (MBE) - é um movimento médico que se baseia na aplicação do método científico a toda a prática médica, especialmente àquelas tradicionalmente estabelecidas que ainda não foram submetidas ao escrutínio sistemático científico. Evidências significam, aqui, provas científicas.

A Medicina Baseada em Evidências adota técnicas oriundas da ciência, engenharia e estatística tais como: meta-revisões da literatura existente (também conhecidas como meta-análises), Análise de risco-benefício, Experimentos clínicos aleatorizados e controlados, Estudos naturalísticos populacionais, dentre outras. Ela luta para que todos os médicos façam "uso consciencioso, explícito e judicioso da melhor evidência atual" quando fazem decisões em seu trabalho de cuidado individual dos pacientes.

Os críticos da MBE dizem que muitos médicos já fazem isto em sua prática médica. Também dizem que evidências científicas são, freqüentemente, deficientes em muitas áreas do conhecimento médico. Dizem que a falta de evidência de benefícios e que a falta de benefícios não são a mesma coisa e que quanto mais dados são reunidos e agregados, mais difícil se torna comparar os resultados de uma pesquisa específica com aqueles do paciente que está sendo tratado.

A despeito de todos esses problemas, a MBE tem tido cada vez mais sucesso em tornar a afirmação ex cathedra do médico especialista na forma menos válida de evidência. Agora, os todos médicos experts devem, sempre que possível, procurar basear seus pronunciamentos em referências da literatura relevante. Assim, a Medicina Baseada em Evidências contrapõe-se a chamada Medicina Baseada na Autoridade.

E como usar a MBE no dia-a-dia?

benefícios

Existem algumas ferramentas dispostas na internet, que fornecem a melhor evidência científica para algumas questões muito presentes no nosso trabalho.

Uma delas é o NNT.

O NNT ( número necessário para o tratamento) é uma maneira de entender o quanto a medicina moderna pode oferecer a pacientes individuais. O NNT oferece um meio de medir o impacto de uma terapia, estimando o número de pacientes o número de pacientes que devem ser tratado para que cada ação tenha impacto em uma pessoa. Apesar de estatístico, o conceito é altamente intuitivo. Com ele podemos inferir que algumas pessoas não terão benefícios em utilizar uma terapia ou intervenção médica. Alguma se beneficiam, outras são ameaçadas e alguns não são nem afetados. O NNT apresenta-nos o quanto de cada um desses grupos se comporta das maneiras previamente faladas.

Imagine por exemplo um ataque cardíaco fictício em que um tratamento chamado "StopHeartAtack" é observado. Imagine agora que 75% das vítimas que tomam o medicamento  sobrevivem, enquanto entre os que não tomam o medicamento esta taxa para 25%. Esses dados demonstram a qualidade do medicamento, pois salva a vida de 50% da pessoas que tomam o medicamento. Mas ao observar um pouco melhor estes dados, podemos inferir que 25% das pessoas que não tomam o medicamento, terão o mesmo desfecho, e outros 25% não terão benefício algum.

nnt-explained1

A parte trabalhosa demonstra que para a maioria dos tratamentos, não conseguimos saber em que grupo as pessoas estudadas estão por isso é que são necessária as inferências para podermos utilizar certo medicamento ou não. Ainda devido à necessidade de sermos honestos e abertos para informar nossos pacientesquanto as expectativas reais e sobre as decisões que o paciente deve tomar antes de iniciar o tratamento com o remédio em questão, para assim podermos estimar os possíveis desfechos de um tratamento como o StopAtack

Essa estimativa é calculada ponderando o numero de pessoas que precisam de um tratamento como o StopAtack. Neste caso, para indicar um tratamento o NNT dele deve ser maior que 2. Isso se dá pois o StopAtack salva a vida de 50% das pessoas que vão utilizá-, é indiferente para 25% e ruim para outros 25%. Com isso podemos inferir que há uma chance de 50% para que o medicamento utilizado seja útil para o desfecho de um ataque cardíaco. Então o numero de pessoas que temos que tratar com o StopAtt, sabendo que o afetou positivamente é dois... em outras palavras, seu NNT=2ack

O NNT é portanto, uma maneira simples de estimar o quanto é provável que um tratamento ajudará o indivíduo. Na verdade ele é muito mais simples do que parece.

aspirina bypass coronariano desfibrilação heparina sinusite

beta bloqueador

Academia Médica
Fernando Carbonieri
Fernando Carbonieri Seguir

Inovação é sua forma de exercer a medicina. Em 2012 criou a Academia Médica, comunidade dedicada a "FALAR O QUE A FACULDADE ESQUECEU DE NOS CONTAR". Membro Comissão do Médico Jovem do CFM, Palestrante, Hacking Health Curitiba e Brasil

Ler matéria completa
Indicados para você