[ editar artigo]

Mestres, muito obrigado!

Mestres, muito obrigado!

Se enxerguei mais longe é porque me apoiei em ombros de gigantes. - Isaac Newton

Formei em medicina na Faculdade Evangélica do Paraná em julho de 2013. Na minha formatura, junto com minha colega Bruna Weigert, discursei aos mestres. Nesse dia dos professores eu publico a nossa homenagem aos professores que nos guiaram [e ainda guiam] nesse caminho.

Queridos mestres

O mestre, na arte da vida, faz pouca distinção entre seu trabalho e seu lazer, entre sua mente e seu corpo, entre a educação e a recreação, entre seu amor e sua religião. Ele  persegue sua visão de excelência em tudo que faz, dificilmente sabe distinguir um corpo do outro, deixando para os outros saber se está trabalhando ou se divertindo. Ele simplesmente faz as duas coisas simultaneamente. - Provérbio budista

Assim acreditamos que foi nossa passagem pela Medicina da Faculdade Evangélica do Paraná.

Mestres, vocês são um dos pilares que nos trazem hoje neste dia de imensa alegria. Somos frutos do amor e prazer que todos os nossos professores tem em ensinar e exercer a arte de curar. Ao exercê-la, foram responsáveis por passar aquilo que existe de mais valioso na Arte Médica. Não falamos dos conhecimentos documentados em livros ou passados nas aulas teóricas. Falamos da ética e do sentimento de que exercer a medicina é algo sublime. O Verdadeiro mestre não é aquele que ostenta, mas sim aquele que compartilha. E hoje podemos dizer que tivemos grandes mestres em nossa formação, pois inúmeras foram as experiências inesquecíveis que cada um nos proporcionou.

A cada novo semestre eram novos monstros a serem combatidos. Junto com nossos líderes, superamos cada um deles. Derrotamos a temida anatomia, suas nuances microscópicas e superamos a micro/imuno. Além de vencer a inexperiência de falar com os pacientes, aprendemos a difícil tarefa de construir um raciocínio clinico. E finalmente estávamos prontos para a batalha. Com todas as armas na mente, e com a "ajudinha" dos nossos queridos mentores, solidificamos um pedaço da medicina em nossas vidas. Falamos um pedaço, porque vocês nos ensinaram a querer descobrir mais, procurar mais, e resolver mais... Contudo, se resolver não fosse possível, nos ensinaram a empatia para proporcionar uma melhor qualidade de vida aos nossos pacientes.

Muitos colegas já devem tê-los questionado, mas porque você é professor?!

É nesta hora é que  distinguimos os professores dos mestres. Os mestres já nascem com algo único dentro de si, uma luz. Um dom que faz  com que sigam em frente diante de tantas dificuldades. Seria uma falta de opção? Não, não é esse o motivo, eles tem outras escolhas, e isso podemos garantir, mas  mesmo assim resolveram nos guiar. Escolheram compartilhar suas histórias profissionais, pessoais, escolheram nos tirar de nossas zonas de conforto e nos estimular continuamente em uma trajetória que não foi nada fácil.

Somos o que somos por causa de uma história. Uma história que tem quase 10.000 anos, e como vocês, seus mentores, essa instituição e seus  pilares, continuará a ser propagada por nós para nossos futuros discípulos.

Isaac Newton uma vez disse : ““Se enxerguei mais longe é porque me apoiei em ombros de gigantes.” -

Daqui sairão especialistas, mestres, doutores, mas principalmente MÉDICOS, que um dia também deixarão sua marca e serão sábios, justamente por terem trilhado a medicina ensinada e introduzida por  esses gigantes que estão aqui neste palco.

Mestres ,muito obrigado por nos mostrarem o caminho. Iremos percorrê-lo com sabedoria, sempre vigiando as nossas raízes.

formatura medicina

 

Academia Médica
Fernando Carbonieri
Fernando Carbonieri Seguir

Inovação é sua forma de exercer a medicina. Em 2012 criou a Academia Médica, comunidade dedicada a "FALAR O QUE A FACULDADE ESQUECEU DE NOS CONTAR". Membro Comissão do Médico Jovem do CFM, Palestrante, Hacking Health Curitiba e Brasil

Ler matéria completa
Indicados para você