Procedimentos pouco vistos durante a faculdade - Transplante cardíaco
Fernando Carbonieri 2014/07/08 17:36:45 +0000 | 3 minutos de leitura
[editar artigo]

Procedimentos pouco vistos durante a faculdade - Transplante cardíaco

Procedimentos pouco vistos durante a faculdade - Transplante cardíaco

Muitos de nós, durante a faculdade de medicina, não entramos em contato com a realização de cirurgias cardíacas. Não foi o meu caso enquanto observador de um serviço de Cx Cardíaca em Curitiba, onde fiquei por mais de um ano.

Apesar do tempo que passei neste serviço, não consegui assistir a nenhum transplante cardíaco. O fato é que o Brasil tem um problema muito grande de captação e logística para transplantar a maioria dos órgãos.

Trago portanto este vídeo feito pelo Hospital do Coração (infelizmente sem data ou confirmação da origem) que demonstra todos os passos cirúrgicos para a realização desta linda cirurgia.

Passos cirúrgicos simplificados:

  • O vídeo começa com a incisão da pele após antissepsia e assepsia, colocação dos campos de tecido e campo plástico. A incisão é feita a partir do processo xifoide até um pouco acima do manúbrio esternal.
  • O esterno é serrado do processo xifoide até o manúbrio esternal.  O mediastino é dissecado até a exposição da veia inominada. Para expor o pericárdio é utilizado um afastador de Ankeney.
  • A dissecção do pericárdio é performada para expor todo o coração e os vasos da base.
  • São realizados bolsas no átrio direito e aorta para a colocação dos tubos para a circulação extra corpórea. Pela CEC será realizado o bombeamento sanguíneo e oxigenação do sangue. A máquina que faz a CEC é também conhecida como máquina coração-pulmão.
  • Quando pronta a CEC, ocorre a dissecção dos vasos da base para a retirada do coração doente.
  • Muitas vezes, no coração doado, é realizado a anuloplastia mitral para que previna patologias futuras.
  • O coração doado será colocado em posição. Uma vez em posição os vasos da base serão reconectados utilizando sutura contínua.
  • Aos poucos, ainda com a máquina de circulação extra corpórea ativamente funcionando, o sangue começa a passar pelo novo coração. Assim ele começa a ser nutrido novamente.
  • As vezes o novo coração volta a bater espontaneamente. Em outros momentos é necessário realizar uma cardioversão para começar a desencadear o potencial de ação nos cardiomiócitos, e assim retomar o ritmo cardíaco.
  • Assim que as funções cardíacas são restabelecidas, e há a garantia de nenhum vazamento nas conexões, começa a retirada gradual (aos poucos o coração substitui totalmente a função da máquina) dos tubos da circulação extra corpórea.
  • Fios de marcapasso são fixados no miocárdio. Em caso de necessidade um marcapasso externo assume o ritmo para desencadear o potencial de ação.
  • Dreno de mediastino e torácico - em caso de abertura da pleura - são colocados.
  • O externo é fechado com fios de aço. Em camadas ocorre a síntese, e os procedimentos pós operatórios são iniciados.
  • Fonte: Hopkins Medicine
  • O que você achou desta postagem? devemos continuar colocando procedimentos pouco vistos durante a faculdade de medicina?

    COMPARTILHE
    Fernando Carbonieri

    Fernando Carbonieri

    CEO e Founder - Academia Médica

    Artigos relacionados

    login modal