{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
Quadrinhos Médicos - Meus Nervos
[editar artigo]

Quadrinhos Médicos - Meus Nervos

Quadrinhos Médicos - Meus Nervos

Todos temos opinião a respeito das políticas públicas brasileiras. Quando o assunto é saúde, e nos atinge diretamente, esbravejamos e procuramos divulgar ao máximo o quanto a mais nova política de saúde governamental é maléfica ou benéfica...

Comumente vemos que nosso discurso não atinge nem a população nem a nossos pares. Pode ser que o problema esteja na linguagem que utilizamos e nas mídias que usamos para tentar fazer que nossa mensagem chegue ao seu destino.

O Médico (residente de anestesiologia) Sólon Maia parece ter resolvido parte do problema. Desde 2010, ainda como acadêmico, mantém uma página onde fala sobre os percalços da profissão médica, seus anseios como cidadão brasileiro e seus questionamentos vitais.

Sobre papel e com caneta desenha suas charges em preto e branco. Produziu centenas de tiras que demonstram o dia-a-dia de um médico que trabalha com o SUS. A acidez do conteúdo é marca registrada em sua produção. Gera polêmica, sempre discutindo as críticas de quem o lê.

Ele é seu próprio personagem, Raul Seixas (ou alguém parecido, sua representação de Deus), a morte está representada como ela mesmo e os pacientes são dos mais variados tipos.

Acompanhe a seguir algumas das nossas tiras favoritas do Meus Nervos:

alucinacao-psiquiatria-suicidio-morte-01_Meus Nervos Sobre a psiquiatria e alucinações

Não deixe de conferir mais do trabalho do MEUS NERVOS no Blog, Facebook e Twitter

Compactamos todas as imagens antes de "subir" no site pelo minimg.net e economizamos 20Mb. Isso é o que torna a navegação no seu celular mais rápida.

Fernando Carbonieri

Fernando Carbonieri

Fundador da comunidade Academia Médica, que desde 2012 tem o intuito de expandir os horizontes falando o que a faculdade esqueceu de nos contar.

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Artigos relacionados

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar