[ editar artigo]

Qual o impacto da vida pessoal na vida profissional?

Qual o impacto da vida pessoal na vida profissional?

A vida é cheia de surpresas. Há poucos dias eu estava me dedicando a escrever um livro quando, de repente, meus projetos foram interrompidos por um grande choque: meu esposo, meu amado esposo, infartou. Ainda hoje me pergunto se não estou em um pesadelo e espero pelo momento em que vou acordar.

Fiquei viúva! Havia muitos sentimentos de luto, de perda, de tristeza, de susto, de amor... Tudo junto e misturado. Parecia um turbilhão em minha mente. Sequer conseguia raciocinar direito. Agora, tenho minhas pacientes para cuidar, além de dar apoio às pacientes que ele deixou – assim como eu, ele era médico ginecologista e obstetra.

Realizei cirurgias e consultas alguns dias após esse momento difícil para conseguir fazer minha vida seguir em frente. Precisava me manter forte para ajudar as pacientes e minha família. É muito importante cuidar de nós nessa hora, mas o mais importante é tirar o foco de nós mesmas e ver além da tempestade: simplesmente estar disposta a servir e ajudar o próximo.

É sempre bom lembrar que as árvores mais fortes não são as encontradas protegidas no abrigo das florestas, mas as que estão em campo aberto, onde ventos de todos os lados as açoitam, curvam, torcem e moldam toda sua estatura. Essa é a madeira a mais procurada para a fabricação de carrocerias e de instrumentos pesados. 

A vida não é uma estrada ensolarada; mas, sim, um trilho íngreme, estreito e rochoso, no qual as rajadas do inverno tentam nos derrubarão, as pedras pontiagudas nos rasgam a carne, os espinhos nos ferem a fronte e os répteis venenosos nos atacam de todos os lados. É uma vereda de dor e alegria, de sofrimento e bálsamo, de lágrimas e sorrisos, de provas e vitórias, de conflitos e triunfos, de dificuldades, perigos, afrontas, perseguições e mal-entendidos, de tribulações e angústia. Mas nesses momentos, muito importante são os seus pensamentos, pois são eles que vão dirigir a sua vida.

Todo atleta sabe que conseguir correr uma maratona não é resultado de uma simples preparação física, mas também é necessário o cultivo da mente e do pensamento. De igual modo, muitas coisas que fazemos, emoções que sentimos e até doenças que sofremos têm sua origem nos pensamentos. Eles precisam ser cultivados de forma sabia!

Qualquer pessoa pode dirigir seus pensamentos e gerenciar suas emoções. Não vou dizer que é fácil, mas é possível. O ambiente, a personalidade (como otimista ou pessimista), as recordações e experiências vividas desencadeiam os pensamentos, bons e ruim, que podem ser controlados. 

Com exceção das coisas automáticas que fazemos ou das ações repetidas por
força do hábito, nossas ações têm origem nos pensamentos que vêm antes dos atos. Todos somos donos de nossos pensamentos. Muitas pessoas sabem o que fazer quando sentem alguma indisposição física, resfriado, dor de cabeça ou de estômago. No entanto, poucos sabem o que fazer quando se sentem ansiosos, preocupados, nervosos, irritados ou impacientes. São estados de ânimo tóxicos que devem ser combatidos, para não interferir diretamente em sua vida profissional.

Academia Médica
CRISTINA MARCIA SORIANO VELOSO ANDREACCI
CRISTINA MARCIA SORIANO VELOSO ANDREACCI Seguir

Ginecologista, Obstetra, Ultrassom em GO e Medicina Fetal Update Harvard Medical School Pós graduação no Hospital Albert Einstein Certificado de competência pela Fetal Medicine Foundation- Londres Master coach pela Florida Christian University

Ler matéria completa
Indicados para você