[ editar artigo]

Testes Genéticos baratos e sem o pedido do médico - Eles já existem!

Testes Genéticos baratos e sem o pedido do médico - Eles já existem!

Testes Genéticos baratos e sem o pedido do médico - Eles já existem!

A genética sempre foi vista como a última fronteira do conhecimento. A partir do momento que pudéssemos ler e traduzir de forma rápida e barata o DNA, teríamos o Poder de Deus, pois poderíamos antecipar o futuro evitando que doenças acontecessem. Um sonho de consumo.

Aliás é isso mesmo (o consumo) que pautou o crescimento de iniciativas que vem modificando a forma como a população em geral entende a análise genética individual, sem a presença de profissionais que realizem o aconselhamento genético de maneira pessoal e próxima ao paciente / cliente. Este é o caso da Empresa Californiana 23andme, que vende testes genéticos rápidos ao consumidor, sem o pedido de um médico.

Nascida em 2006 a então start-up de biotecnologia logo chamou a atenção do mundo dos negócios. A ideia era simples. O cliente pedia o kit para a coleta da própria saliva em sua casa, enviava novamente pelo correio e aguardava 8 semanas para o resultado ficar disponível na página da empresa. O cliente pagava aproximadamente 999,00 dólares (hoje 149,00) para realizar os testes genéticos ter a informação quanto à possibilidade de desenvolver diversas condições associadas à genética.

Realmente, para um consumidor comum poder comprar um produto que diga possibilidades reais da sua saúde é algo tentador e barato. Infelizmente ao comprar tal produto o consumidor comum não considera os desdobramentos possíveis decorrentes da informação genética de forma tão ampla e aberta.

As gigantes da tecnologia da informação rapidamente reconheceram nesta empresa um enorme potencial de mercado, com diversos desdobramentos que apenas o conhecimento do genoma dos seu milhões de clientes poderia fornecer.

Com a ideia do paciente empoderado, expert, que agora tem condições de "discutir" seus processos de saúde doença com seus médicos, frente a frente ou online, o investimento no 23 and me já ultrapassou 250 milhões de dólares.

Atualmente o kit para diagnosticar 11 fatores de risco genéticos, 43 condições hereditárias, resposta genética para 12 drogas e 43 características alimentares ou fenotípicas custa menos de 700 reais (no Canadá). Ao fazer o teste, você terá as possibilidades para, por exemplo:

  • de desenvolver doença de Alzheimer;
  • Câncer de Mama ou de Ovário,
  • Cardiomiopatia Hipertrófica,
  • Trombofilia (fator V de Leiden),
  • Doença de Parkinson,
  • Fibrose Cística,
  • Febre Familiar do Mediterrâneo,
  • eficácia do Clopidogrel,
  • sensibilidade à fenitoína,
  • miopatia induzida pela Sinvastatina,
  • possibilidade de alopécia no homem,
  • performance muscular,
  • Resposta à dieta,
  • resposta ao exercício,
  • comportamento frente ao tabagismo.

Lindo não? A resposta por enquanto é não!

Não há como saber como cada indivíduo pode comportar-se frente a anunciação de uma possibilidade de 20% para ele desenvolver Alzheimer. Será que ele precisa mesmo conviver com essa assustadora possibilidade que tem mais chance de nunca acontecer? Ainda, se ele ja conheceu alguem próximo que apresentou Alzheimer, pode reviver toda as situações complexas que um doente com essa doença demanda. Caso esse indivíduo esteja (ou tenha predisposição para) em Depressão, as consequências podem ser devastadoras, incluindo um gatilho para um suicídio ou o desenvolvimento de algum transtorno de stress pós traumático.

Imaginem ainda se essas informações caem nas mãos das empresas de seguro de saúde ou de seguradoras de vida? Quem vai vender os seguros de vida ou os planos de saúde para esses clientes que estão marcados como potencial risco de sinistro? Quanto vai custar esses produtos para estas pessoas?

Outro ponto para ser avaliado é se nós médicos estamos sendo preparados para lidar com esse tipo de tecnologia, ou demanda de nossos clientes, que irão aparecer em nossos consultórios com esses testes genéticos e exigirão respostas a respeito. Como lidar com isso?

O fato que a empresa está escrevendo a história e a forma de lidar com a informação demais sobre o indivíduo. É uma força que não dá para frear, Ela simplesmente está aí. O FDA suspendeu vários testes genéticos diagnósticos da empresa para os EUA, pois ainda observa os riscos e benefícios e potenciais malefícios desse tipo de teste diagnóstico. Na contramão, Canadá e Reino Unido estão com os testes liberados. Aqui no Brasil, ainda não temos nem ideia de como lidaremos com esse tipo de informação, mas como ainda não foi liberado pela ANVISA, a 23 and me ainda não pode atuar no país.

O futuro ainda é nebuloso, mas de fato teremos mudança na prática médica e nas relações humanas devido ao barateamento de testes como esse.

Qual é a sua opinião sobre este assunto doutor? Devemos legislar a respeito, aguardamos recomendação do CFM, ou deixa o liberalismo econômico falar mais alto? Responda logo abaixo!

Livros sobre o assunto:

 

Academia Médica
Fernando Carbonieri
Fernando Carbonieri Seguir

Inovação é sua forma de exercer a medicina. Em 2012 criou a Academia Médica, comunidade dedicada a "FALAR O QUE A FACULDADE ESQUECEU DE NOS CONTAR". Membro Comissão do Médico Jovem do CFM, Palestrante, Hacking Health Curitiba e Brasil

Ler matéria completa
Indicados para você