Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Uso de suplementos para emagrecimento sem prescrição médica entre adolescentes

Uso de suplementos para emagrecimento sem prescrição médica entre adolescentes
Academia Médica
jan. 10 - 3 min de leitura
000

Um estudo publicado na JAMA Netw Open em 10 de janeiro de 2024 traz atualizações importantes sobre uma preocupante tendência entre os adolescentes: o uso crescente de produtos para perda de peso sem a prescrição de um médico. Essa prática, que inclui drogas e suplementos dietéticos, apresenta riscos significativos à saúde física e mental desses jovens.

🚩Dados Globais e Preocupações de Saúde:

A meta-análise global conduzida pelo estudo, com pesquisas realizadas em dezembro de 2020 e atualizadas em março de 2023, revelou que a prevalência do uso de produtos para perda de peso sem prescrição médica varia consideravelmente entre diferentes países. A análise de dados determinou a proporção total agrupada do uso de produtos para perda de peso no total e durante a última semana, últimos 30 dias, último ano ou ao longo da vida.

Os resultados mostraram que, por exemplo, a utilização na última semana foi de 1,6% na Austrália, enquanto que a utilização no último mês chegou a 6,1% nos Estados Unidos e 6,7% no Brasil. Mais alarmante ainda é a constatação de que quase 1 em cada 10 meninas adolescentes usou um produto para perda de peso em algum momento da vida.

A seguir uma figura que destaca a Prevalência do Uso de Produtos para Perda de Peso sem Prescrição ao Longo da Vida, fornecendo uma visão detalhada deste importante aspecto do estudo:

Fonte:  Hall NY, Hetti Pathirannahalage DM, Mihalopoulos C, Austin SB, Le L., 2024

🚩Riscos Associados e Fatores de Risco:

Os resultados apontam para uma associação entre o uso desses produtos e uma série de problemas de saúde, incluindo ganho de peso não saudável na vida adulta, risco aumentado de transtornos alimentares, baixa autoestima, depressão e má nutrição. As meninas foram identificadas como um grupo particularmente vulnerável, afetadas por fatores como influência dos pais, insatisfação corporal e pressões da mídia.

🚩Análise de Produtos e Distribuição Geográfica:

As pílulas dietéticas surgiram como o tipo mais comum de produto utilizado, seguidas por laxantes e diuréticos. Geograficamente, a América do Norte lidera em prevalência, seguida pela Ásia e Europa, sugerindo diferenças culturais e de disponibilidade desses produtos.

O estudo, apesar de suas limitações, como a predominância de dados da América do Norte e potenciais vieses, destaca a necessidade urgente de intervenções preventivas. Profissionais de saúde, educadores e políticos são convocados a agir contra essa tendência crescente, implementando políticas mais rigorosas e programas educacionais direcionados.

Este relatório sublinha a importância de abordar o uso de produtos para perda de peso sem prescrição entre adolescentes como uma questão de saúde pública prioritária. A necessidade de mais pesquisas em regiões menos estudadas e o desenvolvimento de estratégias de prevenção adaptadas são cruciais para combater esse problema globalmente.


Referência: 

Hall NY, Hetti Pathirannahalage DM, Mihalopoulos C, Austin SB, Le L. Global Prevalence of Adolescent Use of Nonprescription Weight-Loss Products: A Systematic Review and Meta-Analysis. JAMA Netw Open. 2024;7(1):e2350940. doi:10.1001/jamanetworkopen.2023.50940



Estar atualizado sobre as últimas descobertas e inovações nas ciências médicas faz sentido pra você? Se sim, inscreva-se em nossa newsletter e receba nossos conteúdos diretamente em sua caixa de e-mail!




Denunciar publicação
    000

    Indicados para você