Vamos hackear a saúde
[editar artigo]

Vamos hackear a saúde

Vamos Hackear a Saúde

Não é segredo para ninguém a rápida mudança em como a saúde é entregue e recebida entre profissionais, instituições, tecnologia, pacientes e meios pagadores. O mundo mudou, mas a saúde ainda resiste às inovações propostas pela revolução da informação.

Isso gerou processos que culminam na famosa "desumanização da medicina", dos profissionais e da assistência como um todo... As pessoas mudaram, os profissionais não.

O mais impressionante é que o caos da saúde não é um problema nacional. No mundo inteiro o financiamento, o mindset dos profissionais, a qualidade assistencial e a dificuldade de implantação de novas soluções e processos é uma constante.

O que fazemos quanto a isso? Vamos Hackear a saúde!

O Hack Ativismo é um movimento que busca quebrar paradigmas institucionais para implantar soluções baseadas em design, tecnologia e negócios. Metodologicamente basea-se no design de serviços baseado em problemas (DORES), buscando o esgotamento de processos falhos, elencados pelos profissionais e usuários do serviço em questão. Não exatamente pelos gestores, mas sim por aqueles que estão mais envolvidos na operação ou no desenvolvimento do trabalho. Trata-se portanto de um design thinking que precisa de um ambiente compartilhado, sem hierarquia e que todos os envolvidos possam ter voz e ação no processo.

Na linha da saúde, o Hacking Health é um dos movimentos mais proeminentes que podemos observar no mundo inteiro. Trata-se de ONG canadense, com atuação global, que busca levar a inovação da saúde criando um ambiente adequado para isso. O hackathon - Inscrições AQUI - (maratona de Hackers) é o ponto alto do ano para a cidade que hospeda capítulo da iniciativa. Ele é precedido por diversas ações que buscam criar o melhor cenário para o desenvolvimento das melhores soluções durante a maratona.

Temos o orgulho de sermos apoiadores nacionais da ONG aqui no Brasil. Estamos aqui para fortalecer essa iniciativa, com todas as nossas forças. Em Curitiba, tenho o prazer de contar com os amigos Gustavo Guerchon, Ezequiel Kwasnicki e nossos apoiadores para liderar junto comigo o movimento na cidade.

Um dos objetivos centrais do HackingHealth Brasil é a criação ou fortalecimento de um setor de inovação nos hospitais e comunidades que são impactados por alguma ação do movimento. Muito já foi feito, principalmente pelas cidades que já tiveram o seu primeiro capítulo e se planejam para os próximos. São elas:

Neste ano teremos a realização de HackingHealth ainda em:

Assim acreditamos que caminhamos com a nossa Missão. O Academia Médica busca sim Expandir os Horizontes dos Médicos pelo conhecimento, discussão, criação e colaboração. Buscamos com todas as parcerias possíveis atingir este objetivo e estaremos com você em todos os momentos e  vamos fortalecer esta parceria com o Hacking Health para levar a inovação à saúde.

Conheça a página do Hacking Health Brazil para interar-se dos capítulos. Procure envolver-se nestas iniciativas disruptivas, pois esse, ao meu ver, é o único caminho para um futuro possível e sustentável para a saúde.

COMPARTILHE
Fernando Carbonieri

Fernando Carbonieri

CEO e Founder - Academia Médica

Artigos relacionados

login modal