[ editar artigo]

Sublinhagem BA.2 da Ômicron é preocupante, alerta OMS

Sublinhagem BA.2 da Ômicron é preocupante, alerta OMS

 

Nesta terça-feira (22), a Organização Mundial de Saúde (OMS) emitiu um comunicado sobre ações necessárias para monitorar e avaliar os riscos da sublinhagem BA.2, da variante Ômicron. 

A nota foi divulgada após reunião do Grupo Técnico Consultivo da organização sobre Evolução do Vírus SARS-CoV-2 (TAG-VE) e a situação é preocupante. Por isso, é muito importante que as autoridades sanitárias de todos os países não relaxem quanto às ações de vigilância, monitoramento e análise das variantes do vírus.

No Brasil, o primeiro caso da BA.2 foi registrado no 07 de fevereiro, em São Paulo e até o dia 18 de fevereiro, já haviam três casos confirmados, de acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) da capital.

Evidências científicas da sublinhagem BA.2 da Ômicron

Para analisar o panorama atual de propagação das novas sublinhagens do coronavírus, os membros do grupo consultivo do órgão se debruçaram nos dados disponíveis sobre transmissão, gravidade, reinfecção, diagnóstico e impactos da vacina contra a COVID-19.

A conclusão é de que a variante Ômicron tem rápida propagação e circula mundialmente. Nas últimas semanas, as sublinhagens  da BA.2 estão aumentando.

Na prática, a sublinhagem BA.2 é distinta da BA.1 devido à sequência genética. Há estudos que revelam que a BA.2 tem uma vantagem de crescimento sobre a BA.1 e, embora ainda não exista uma conclusão sobre o porquê disso, dados preliminares sugerem que a BA.2 é inerentemente mais transmissível do que a BA.1 — uma variante mais comum. Apesar do aumento das sequências da BA.2 em relação às outras, há um declínio nos casos ao nível global.

Leia também: As vacinas funcionam contra a variante Omicron?

Por fim, a OMS reforçou que os membros do TAG-VE fazem reuniões regulares e vão continuar fazendo análises sobre os dados de transmissibilidade e gravidade das variantes no que diz respeito ao impacto na saúde, no diagnóstico da doença, na forma de tratamento e na relação com as vacinas disponíveis.

Referências

1.World Health Organization. Declaração sobre a sublinhagem Omicron BA.2. Disponível em: https://www.who.int/news/item/22-02-2022-statement-on-omicron-sublineage-ba.2. Acesso em 22 de fevereiro de 2022.

2. SMS/SP. Saúde da capital identifica terceiro caso da BA.2, sublinhagem da ômicron. Disponível em: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/noticias/?p=325340. Acesso em 22 de fevereiro de 2022.

 

 

 

 

 

 

 

Coronavirus | COVID-19

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você