A história do nabo gigante e a inovação na saúde
[ editar artigo]

A história do nabo gigante e a inovação na saúde

Eu e minhas meninas gostamos muito de ler! Gostamos tanto que uma coisa que não pode faltar em casa é uma biblioteca. Uma vez compramos um livro de um autor cujo sobrenome era Tolstói. Não era o famoso Liev Tolstói, mas Aleksei Tolstói. E mesmo não sendo o famigerado autor, a história que lemos sobre o nabo gigante não deixa de ser uma boa aula.

A história de Tolstói é sobre um nabo gigante que não queria sair da terra, e então acabaram chamando um grande grupo de pessoas para extrair aquele nabo. Você deve estar perguntando: mas o que isso tem a ver com inovação na saúde?

Arrancar o nabo gigante é como inovar em sistemas complexos, como é o caso da saúde. O sistema da saúde, nesse momento, funciona com pelo menos 3 áreas de intenções e interesses para cada ponto de interação.

A parte mais interna é composta por aqueles que executam propriamente alguma ação naquele ponto de interação. Numa cirurgia, por exemplo, é um momento em que há um choque de intenções, por vezes antagônicas, entre: médico, hospital, distribuidores, convênio e paciente.

Não tão central, temos forças que não interagem diretamente, mas causam grande influência sobre o ato. Aqui se encontram as intenções dos diretores dos hospitais, dos convênios, dos importadores ou fabricantes, etc.

Numa área mais externa, encontram-se forças mais sutis, mas que ainda promovem uma pressão sobre o sistema. Nesta posição, entra o mundo científico da saúde. A área científica exerce pressão sobre o sistema, pois ela lucra, através de royalties, uma parte dos resultados atingidos pelos tratamentos e tenta sempre minimizar seus insucessos.

Todas essas áreas fazem o nabo da saúde crescer e se transformar num complexo jogo que, neste momento, está difícil de tirar do solo.

Jogos complexos não são facilmente modificados, ainda mais na saúde, que é um jogo de soma quase igual a 0. Para tal, você precisa equilibrar sua solução a fim de atingir pelo menos um payoff neutro entre todos os interessados naquela interação e, assim, implementá-la de forma mais natural. Desenhar inovação para acalmar múltiplos jogadores não é fácil. Dificilmente haverá uma solução que causará tamanha mudança (mesmo porque, além de aumentar o tamanho do nabo, todas as intenções criam raízes bem longas).

Diante desse complexo jogo, no qual há forças importantes e pressões diretas e indiretas interferindo nos pontos de interação, inovar de forma disruptiva é como arrancar um nabo gigante da terra: precisará de muita gente e de muito esforço para conseguir. E o mais importante é mostrar que no final todos consiguirão tomar uma deliciosa sopa…

 

Gostou da dessa história? Quer ajudar a "arrancar da terra" esse nabo gigante da saúde? Quer aprender mais sobre ferramentas de gestão, liderança e inovação, para ser um líder transformador?

Nos dias 04 a 06 de maio de 2018 faremos um curso de imersão em formação executiva chamado Leadership, Innovation & Management, no Cubo - o espaço mais inovador de São Paulo. As vagas são limitadas a um pequeno número de estudantes e profissionais da saúde dispostos a fazer a diferença em seus projetos pessoais e profissionais. 

Acesse http://health.school/lim ou clique no banner para saber mais.

O livro O Nabo Gigante, de Aleksei Tolstói, está disponível na Amazon neste link.

Academia Médica
Carlos Eduardo Bernini Kapins
Carlos Eduardo Bernini Kapins Seguir

Médico, Service Designer, Curioso

Continue lendo
Indicados para você