Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Biomarcador Genético na detecção de Alergias Alimentares

Biomarcador Genético na detecção de Alergias Alimentares
Academia Médica
set. 22 - 2 min de leitura
000

Uma pesquisa conduzida no Ann & Robert H. Lurie Children's Hospital de Chicago, publicado no Journal of Allergy and Clinical Immunology, em agosto de 2023,  descobriu um potencial biomarcador genético capaz de prever a gravidade das reações alérgicas a alimentos. Atualmente, não existem biomarcadores clínicos  eficazes para identificar os pacientes com alergias alimentares em risco para reações graves.

A equipe liderada pela Dra. Abigail Lang identificou que a presença de uma isoforma enzimática denominada α-tryptase, codificada pelo gene TPSAB1, está associada a um aumento na prevalência de anafilaxia ou reações severas a alimentos. Esta descoberta é de grande relevância clínica, pois determinar a presença de α-tryptase em pacientes pode ser feito de maneira prática, mediante testes de sequenciamento genéticos comercialmente disponíveis a partir de amostras de células da bochecha.

Tryptase é uma enzima encontrada principalmente em mastócitos, células do sistema imunológico que se ativam durante reações alérgicas. Estudos anteriores já mostraram a relação entre o aumento do número de cópias do gene TPSAB1 e reações graves em adultos alérgicos ao veneno de Hymenoptera, como abelhas.

No estudo atual, 119 participantes foram submetidos à genotipagem TPSAB1, incluindo crianças que reagiram a desafios orais com amendoim. Os resultados são promissores, mas a Dra. Lang ressalta a necessidade de validação em uma amostra maior e de aprofundar a compreensão dos mecanismos pelos quais a α-tryptase intensifica as reações alérgicas.

Esta descoberta abre portas para novas estratégias de tratamento que possam focar ou bloquear a α-tryptase, trazendo esperança a pacientes e profissionais de saúde. 

Compreender os mecanismos genéticos subjacentes às alergias alimentares é crucial para aprimorar o manejo clínico e oferecer tratamentos mais eficazes no futuro. Esta pesquisa representa um passo significativo nessa direção.✅



Leia também: 


Referências:

  • Ann & Robert H. Lurie Children's Hospital of Chicago. "Genetic biomarker may predict severity of food allergy." ScienceDaily. ScienceDaily, 20 September 2023. <www.sciencedaily.com/releases/2023/09/230920152400.htm>.
  • Lang A, Kubala S, Grieco MC, Mateja A, Pongracic J, Liu Y, Frischmeyer-Guerrerio PA, Kumar R, Lyons JJ. Severe food allergy reactions are associated with α-tryptase. J Allergy Clin Immunol. 2023. DOI: 10.1016/j.jaci.2023.07.014.



Denunciar publicação
    000

    Indicados para você