{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
Especialidades Médicas - Alergia e Imunologia
[editar artigo]

Especialidades Médicas - Alergia e Imunologia

Especialidades Médicas - Alergia e Imunologia

Continuando a nossa série de textos sobre as especialidades médicas, ainda na Medicina Interna, hoje vamos falar um pouco sobre as especialidades que compõem a Clínica Médica.

Não deixe de conferir a Agenda dos Concursos de Residência Médica 2016

No texto passado, já citamos quais são essas especialidades. Agora, vamos começar falando especificamente sobre cada uma delas, começando pela Alergia e Imunologia:

O programa de residência nessa especialidade tem duração de 2 anos e de acordo com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), tem como pré-requisito a residência prévia em Clínica Médica e/ou Pediatria.

Como o próprio nome já diz, o especialista em alergia e imunologia é o médico treinado especificamente para cuidar dos pacientes com doenças alérgicas, bem como para realização e interpretação de testes e procedimentos diagnósticos e terapêuticos para esses  pacientes.

De acordo com o artigo "What is an allergist?" publicado na Revista Brasileira de Alergia e Imunopatologia:

"As principais características que definem um alergista são a apreciação da importância dos desencadeantes externos que causam a doença e o conhecimento de como identificar e tratar essas doenças, juntamente com a experiência nas terapias imunológicas e fármacos apropriados. Essa conduta no diagnóstico e na terapia é um valor essencial do especialista em alergia, e destaca o alergista entre muitos especialistas cujas bases de pacientes podem sobrepor-se com a especialidade. Os alergistas também são imunologistas clínicos especializados, devido à base imunológica das doenças que diagnosticam e tratam."

O número de pacientes com doenças alérgicas vem aumentando significativamente no Brasil e no mundo. Afetando mais de 20% da população brasileira. Para se ter uma ideia, cerca de 3000 pessoas morrem por asma a cada ano no Brasil. Para muitos pacientes com asma e doenças alérgicas, ser assistido por um médico alergista-imunologista pode ajudá-los mais no manejo da doença e na prevenção de morbidade e mortalidade.

Apesar da importância crescente, no Brasil ainda existem pouquíssimos centros que oferecem a residência nessa especialidade. Estando concentrados principalmente no Estado de São Paulo, em Universidades como USP e UNICAMP.

Os serviços de Residência Médica devem ser minimamente estruturados com unidade com infra-estrutura de hospital geral inclusive com pronto-socorro, centro de terapia intensiva e laboratório de função pulmonar.

As atividades e objetivos da RM são:

Áreas de treinamento básico: asma, rinite, alergia cutânea, reações adversas a drogas, reações a venenos de insetos, imunodeficiências primárias e secundárias (AIDS e desnutrição), autoimunidade, incluindo: imunogenética, imunoterapia, vacinas.

Unidade de treinamento: ambulatório, enfermaria e laboratório de provas especiais (provas “invivo”).

Estágios obrigatórios: laboratório abrangendo imunologia, citologia nasal, realização e interpretação de testes imediatos e tardios, preparo de extratos alergênicos, realização e interpretação de provas de função pulmonar, identificação e contagem de alérgenos (ácaros, fungos e pólens), testes de provocação com drogas e alimentos, provas de provocação brônquica e nasal, indicação e avaliação de imunoterapia, dessensibilização por drogas, noções fisioterápicas e de reabilitação do asmático.

Estágios opcionais: Dermatologia, Pneumologia, Otorrinolaringologia, Infectologia, Hematologia, Reumatologia e Radiologia e Diagnóstico por Imagem.

Fonte: CNRM

 

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Artigos relacionados

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar