[ editar artigo]

Cientistas descobrem novo genótipo da dengue no Brasil. Cepa é inédita no país!

Cientistas descobrem novo genótipo da dengue no Brasil. Cepa é inédita no país!

Cientistas da  Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do laboratório Lacen-GO descobriram uma linhagem inédita do vírus da dengue no Brasil. Trata-se do genótipo cosmopolita do sorotipo 2 do vírus da dengue que é comum em outros lugares do mundo, mas nunca havia sido encontrado no país. A descoberta ocorreu a partir da coleta de uma amostra referente ao caso registrado em novembro de 2021, em Goiás. Os pesquisadores publicaram um estudo preliminar na plataforma medRxiv.

Leia também: Ministério da Saúde usará tecnologia da Fiocruz Amazônia para combater Aedes aegypti

De acordo com os pesquisadores, a presença desta nova cepa é preocupante, já que esta linhagem se espalha mais rapidamente em comparação a que está circulando atualmente no país — a linhagem asiático-americana, conhecida como genótipo 3 do sorotipo 2.

Em entrevista ao Portal Fiocruz, o coordenador da pesquisa e pesquisador do Laboratório de Flavivírus do IOC/Fiocruz, Luiz Carlos Júnior Alcantra, explicou:

“Ainda não sabemos como será a proliferação do genótipo cosmopolita no Brasil. Mundialmente, ele é muito mais distribuído e causa mais casos do que o genótipo asiático-americano, que circula no Brasil há anos. O quadro global indica que a linhagem cosmopolita tem capacidade de se espalhar facilmente”.

Por meio de vigilância genômica, os pesquisadores trabalham com a hipótese de que o novo genótipo da dengue chegou ao Brasil em decorrência de viagens intercontinentais e provavelmente veio da Ásia. Porém, é necessário aprofundar a investigação para confirmar como isso aconteceu.

Saiba mais: OMS lança projeto para combater arboviroses: dengue, Zika, febre-amarela e Chikungunya

Casos de dengue são altos no país

Atualmente, o Brasil enfrenta uma forte onda de casos de dengue.

Segundo o mais recente boletim epidemiológico referente ao monitoramento de arboviroses, publicado pelo Ministério de Saúde, a incidência de casos é mais preocupante na Região Centro-Oeste que apresentou  920,4 casos/100 mil habitantes. Em seguida, também há sinal de alerta nas seguintes Regiões: Sul (427,2 casos/100 mil habitantes), Sudeste (188,3 casos/100 mil habitantes), Norte (154 casos/100 mil hab.) e Nordeste (105 casos/100 mil habitantes.

Entre as recomendações do Ministério da Saúde destaca-se a intensificação  da vigilância nas áreas com transmissão para identificar novos eventos suspeitos, incluindo casos humanos.


Referências

  1. PORTAL FIOCRUZ. Fiocruz e Lacen-GO detectam novo genótipo do vírus da dengue no Brasil. Disponível em: https://portal.fiocruz.br/noticia/fiocruz-e-lacen-go-detectam-novo-genotipo-do-virus-da-dengue-no-brasil. Acesso em: 10 de maio de 2022.
  2. GIOVANETTI, Marta et al. Dengue-2 Cosmopolitan genotype detection and emergence in South America. medRxiv, 2022. Disponível: https://Doi.org/10.1101/2022.03.29.22273028. Acesso em: 10 de maio de 2022.
  3. MINISTÉRIO DA SÁUDE. Boletim Epidemiológico Vol.53 Nº16. Disponível em:https://www.gov.br/saude/pt-br/centrais-de-conteudo/publicacoes/boletins/boletins-epidemiologicos/edicoes/2022/boletim-epidemiologico-vol-53-no16/view. Acesso em: 10 de maio de 2022.

 

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você