[ editar artigo]

Dieta mediterrânea reduz a progressão da aterosclerose na doença coronariana

Dieta mediterrânea reduz a progressão da aterosclerose na doença coronariana

O estilo de vida e a dieta afetam o risco cardiovascular, embora atualmente não haja consenso sobre o melhor modelo alimentar para a prevenção secundária de doenças cardiovasculares. Para melhor entender o papel das dietas na saúde cardiovascular o estudo CORDIOPREV (intervenção na dieta coronariana com azeite de oliva e prevenção cardiovascular) está realizando uma pesquisa prospectiva, randomizada, cego e controlado em 1.002 pacientes com doença cardíaca coronária, cujo objetivo principal é comparar o efeito de 2 padrões alimentares saudáveis (baixo gordura e rica em carboidratos complexos versus dieta mediterrânea rica em azeite de oliva extra virgem) na incidência de eventos cardiovasculares. Assim, avaliar a eficácia dessas dietas na redução do risco de doenças cardiovasculares.

Como a pesquisa foi realizada?

O CORDIOPREV é um estudo prospectivo, randomizado, simples-cego e controlado em andamento em 1.002 pacientes com doença coronária recrutados entre novembro de 2009 e fevereiro de 2012 de um país europeu (Espanha). O estudo comparou dois padrões de dietas (rica em carboidratos complexos e dieta mediterrânea rica em azeite de oliva extra virgem) na incidência de eventos cardiovasculares. A dieta mediterrânea foi definida como 35% de gordura, 22% de ácidos graxos monoinsaturados (MUFAs) e <50% de carboidratos. A dieta com baixo teor de gordura incluiu 28% de gordura, 12% de MUFAs e> 55% de carboidratos. Este estudo apresenta resultados incluindo avaliação da espessura da íntima-média da artéria carótida comum (IMT-CC) com ultrassom no início do estudo, 5 anos e 7 anos. Um resultado adicional incluiu o número e a altura da placa carotídea.

Quais foram os resultados?

Um total de 939 participantes que completaram ultrassons de linha de base e acompanhamento foram incluídos na análise. Durante o acompanhamento, ambos os grupos de intervenção dietética reduziram a ingestão total de energia. O grupo da dieta mediterrânea aumentou a ingestão de fibra e gordura total, mas reduziu o consumo de ácidos graxos saturados, carboidratos totais e colesterol. O grupo de dieta com baixo teor de gordura aumentou a ingestão de carboidratos totais e fibras, enquanto diminuiu o colesterol e a gordura total. O grupo da dieta mediterrânea reduziu o IMT em 5 anos, em comparação com a linha de base, que foi mantida em 7 anos. Nenhuma mudança no IMT após 5 ou 7 anos foi observada para o grupo de dieta com baixo teor de gordura. Desde o início, as reduções na altura da placa carotídea foram observadas no grupo da dieta mediterrânea, enquanto o grupo de baixo teor de gordura não demonstrou tal mudança.

A dieta mediterrânea diminuiu a progressão da aterosclerose

Os pesquisadores concluíram que o consumo de longo prazo de uma dieta mediterrânea rica em azeite de oliva extra-virgem estava associado à diminuição da progressão da aterosclerose, conforme demonstrado pela redução da IMT-CC e da altura da placa carotídea, em comparação com uma dieta com baixo teor de gordura.

Esses dados apoiam a recomendação atual de uma dieta mediterrânea para prevenção secundária de doença coronariana. Esse padrão alimentar é rico em frutas e vegetais, legumes e grãos inteiros. Além disso, os participantes do estudo atual também consumiram maiores quantidades de peixes oleosos, nozes e azeite de oliva extra virgem, enquanto diminuíam a ingestão de carnes vermelhas e alimentos processados em comparação com a dieta ocidental típica.

 


Quer escrever?

Publique seu artigo na Academia Médica e faça parte de uma comunidade crescente de mais de 215 mil médicos, acadêmicos, pesquisadores e profissionais da saúde. Clique no botão "NOVO POST" no alto da página!


Referências

  1. Jimenez-Torres J, Alcalá-Diaz JF, Torres-Peña JD, Gutierrez-Mariscal FM, Leon-Acuña A, Gómez-Luna P, et al. Mediterranean Diet Reduces Atherosclerosis Progression in Coronary Heart Disease: An Analysis of the CORDIOPREV Randomized Controlled Trial. Stroke [Internet]. 2021 Aug 10 [cited 2021 Aug 22]; Available from: https://www.ahajournals.org/doi/abs/10.1161/STROKEAHA.120.033214?af=R&
  2. Mediterranean Diet Reduces Atherosclerosis Progression - American College of Cardiology [Internet]. American College of Cardiology. 2021 [cited 2021 Aug 22]. Available from: https://www.acc.org/latest-in-cardiology/journal-scans/2021/08/16/17/34/mediterranean-diet-reduces-atherosclerosis ‌

Conteúdo elaborado por Diego Arthur Castro Cabral

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você