[ editar artigo]

Discurso de Posse aos Estudantes de Medicina do RJ

Discurso de Posse aos Estudantes de Medicina do RJ

Discurso de posse proferido pelo Presidente da Associação Brasileira de Estudantes de Medicina do Rio de Janeiro, Miguel Augusto Martins Pereira, em cerimônia híbrida organizada pelo Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (CREMERJ) no dia 04 de Março de 2021.

Foto Oficial da Cerimônia de Posse da direção da Associação dos Estudantes de Medicina do Rio de Janeiro (AEMED-RJ).

“A Medicina vive uma situação, no mínimo desconfortável dado que a prática médica com a qual estamos acostumados é respaldada por sólidos critérios técnicos, protocolos e diretrizes, dos quais a COVID-19 ousou não respeitar, infelizmente, não proporcionou tempo hábil para enfrentá-la da maneira ideal. Esse ambiente de pandemia já hostil, ainda foi contaminado pelo medo, por especulações e pela desinformação. O público leigo que assistira tradicionalmente ao progresso da profissão médica, sempre passivo e encantado, se espantou, uma vez que passado, as cortinas se abriam e eram desveladas vacinas, remédios e as mais milagrosas curas, mas dessa vez não.

Eis que durante os primeiros meses de pandemia, a mídia transforma a Ciência no grande baluarte da luta contra o coronavírus e o médico, no protetor da comunidade. Os jornais passaram a televisionar cada passo em direção a uma cura ou vacina para essa doença com modus operandi diabólico. Assim, o mistério dos bastidores da produção médico-científica foi visitado e aqueles que mais gozavam dos frutos da Medicina puderam apreciar a dignidade, o sacrifício e o valor dos métodos pelos quais estes são conquistados.

De fato, isso enalteceu a já nobre figura do médico, porém, aumentou a nossa responsabilidade. Como “nossa” eu me refiro a médicos mais experientes ou mais jovens e nós estudantes na condição de futuros médicos.

Hoje, sabemos que cabe ao médico nos momentos de indecisão ou dubiedade, como da atual, manter a sobriedade e nos apoiar com firmeza em princípios éticos e científicos. Além disso, em tempos de violência e radicalismo, prezar pela cordialidade e a etiqueta (pequena ética das relações cotidianas).

É com esse breve discurso que eu aproveito para apresentar as principais metas dessa nova gestão da Associação dos Estudantes de Medicina do Rio de Janeiro. Essas metas, em resumo, são atender as expectativas que a sociedade tem em relação aos médicos. Já adianto que a sociedade é exigente e que será difícil. De maneira mais objetiva e formal, iremos desenvolver com o estudante atividades cujo foco seja a Ética e a saúde mental, pontos destacados por esse próprio Conselho (CREMERJ) como importantes. Claro, sem esquecer do conhecimento técnico-científico que tanto prezamos”.

Academia Médica
Miguel Augusto Martins Pereira
Miguel Augusto Martins Pereira Seguir

Acadêmico de Medicina da Universidade Federal Fluminense (UFF), Presidente da AEMED-RJ, Diretor Nacional da Associação Brasileira de Ligas Acadêmicas de Medicina (ABLAM) e Membro Efetivo Interno da Comissão de Integração do Médico Jovem do CFM.

Ler conteúdo completo
Indicados para você