Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Enfermeiro investigado por estupro de paciente em UPA de São Paulo

Enfermeiro investigado por estupro de paciente em UPA de São Paulo
Academia Médica
jan. 18 - 2 min de leitura
000


Um caso de estupro de vulnerável praticado por um profissional de enfermagem, de 34 anos, está sendo investigado em São Paulo. A pessoa foi presa em flagrante em 17 de dezembro do ano passado, informou a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP).

O caso ocorreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dona Maria Antonieta, no Grajaú, zona sul de São Paulo. A vítima é um paciente de 22 anos. De acordo com o órgão, os detalhes do crime serão preservados por se tratar de um caso de “cunho sexual”.

A unidade de saúde municipal é administrada pela Organização Social de Saúde (OSS) Associação Saúde da Família (ASF). A Secretaria de Saúde do município disse, em nota, que “repudia e lamenta a ocorrência”. A associação, no dia seguinte ao fato, instaurou uma sindicância, e o profissional teve o contrato de trabalho suspenso.

A secretaria determinou que a OSS colabore amplamente com a investigação. A pasta informou ainda que aguarda a conclusão da investigação policial para formalizar denúncia no Conselho Regional de Enfermagem (Coren).

O conselho, por sua vez, já abriu sindicância para investigar a denúncia. A apuração será feita sob sigilo processual e, após averiguação, poderá ser instaurado um processo ético-profissional.

O Coren informou também que os profissionais envolvidos serão notificados para apresentarem sua defesa. Se for confirmada a infração, eles podem ser penalizados com advertência, multa, censura, suspensão temporária do exercício profissional ou cassação do exercício profissional.

Fonte: Agência Brasil


Conheça o projeto LEGADOS:

A Academia Médica liderou uma pesquisa que aponta que, se nada for feito, teremos aproximadamente 400 casos de estupro em hospitais e demais ambientes de saúde em todo o Brasil. Após essa constatação, o fundador Fernando Carbonieri, criou, no segundo semestre do ano passado, uma websérie para debater as dimensões da violência sexual em ambientes de saúde. Para assistir gratuitamente aos episódios, clique aqui ou na imagem abaixo.

Leia também:




Denunciar publicação
    000

    Indicados para você