Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Estudo revela avanço do Niraparibe no tratamento do câncer de ovário avançado

Estudo revela avanço do Niraparibe no tratamento do câncer de ovário avançado
Academia Médica
jul. 17 - 4 min de leitura
000


Um estudo de relevância crucial publicado na JAMA Oncology, em julho de 2023 apresenta uma nova abordagem para o tratamento do câncer de ovário avançado recém-diagnosticado. O foco está no niraparibe, um inibidor seletivo de PARP, testado como uma promissora terapia de manutenção.

O câncer de ovário continua sendo um dos cânceres ginecológicos mais mortais, com aproximadamente 75% dos pacientes diagnosticados em estágios avançados da doença. A abordagem tradicional de tratamento, envolvendo citorredução cirúrgica seguida por quimioterapia à base de platina, tem tido sucesso limitado, dado que cerca de três quartos dos pacientes experimentam recaída dentro de 18 a 24 meses após a quimioterapia inicial.

Neste contexto, o estudo de fase 3 PRIME surge como uma luz ao fim do túnel. Ele analisa a eficácia e segurança do niraparibe como uma opção de terapia de manutenção. Notavelmente, o estudo não se limitou a uma subseção da população, mas abrangeu uma ampla gama de pacientes, independentemente do status da doença residual pós-operatória ou do status do biomarcador.

Os resultados foram encorajadores, mostrando que o niraparibe prolongou significativamente a sobrevida livre de progressão em comparação com um placebo, independentemente do status de recombinação homóloga (HRD). Uma característica inovadora deste estudo foi o uso de uma dose inicial individualizada (ISD), que foi determinada com base no peso corporal do paciente e na contagem de plaquetas, objetivando melhorar o perfil de segurança do niraparibe.

Em números, 384 pacientes foram randomizados para o estudo. Desses, 66,4% receberam niraparibe, enquanto os 33,6% restantes foram designados para o grupo placebo. As características demográficas e basais foram meticulosamente equilibradas entre os dois grupos para assegurar a validade dos resultados.

Este estudo marca um progresso significativo na luta contra o câncer de ovário avançado. Coloca o niraparibe como uma potencial opção de terapia de manutenção, sinalizando uma mudança de paradigma na maneira como tratamos essa doença devastadora.

Este é um chamado à comunidade médica para acompanhar de perto esses avanços e entender sua relevância. O estudo PRIME não é apenas um exemplo de inovação em oncologia, mas também um prenúncio para o futuro - um futuro onde terapias mais eficazes e individualizadas podem se tornar a norma, alterando diretamente as práticas e condutas médicas. Esta pesquisa representa uma significativa contribuição para a medicina personalizada, podendo revolucionar o tratamento do câncer de ovário avançado. Portanto, é essencial para os médicos incorporarem essas descobertas em sua prática clínica, oferecendo esperança a milhares de pacientes e suas famílias.

Para se manter na vanguarda da medicina com acesso aos mais recentes avanços e estudos, convidamos você a assinar nossa newsletter. Receba diariamente em seu e-mail nossos conteúdos selecionados e não perca a oportunidade de aprimorar sua prática médica.


Leia também: 


Referência: 

Li N, Zhu J, Yin R, et al. Treatment With Niraparib Maintenance Therapy in Patients With Newly Diagnosed Advanced Ovarian Cancer: A Phase 3 Randomized Clinical Trial. JAMA Oncol. Published online July 13, 2023. doi:10.1001/jamaoncol.2023.2283


Denunciar publicação
    000

    Indicados para você