[ editar artigo]

Foco no paciente - uma reorganização necessária na informação

Foco no paciente - uma reorganização necessária na informação

Este artigo faz link com o artigo escrito há algum tempo atrás aqui na comunidade com o título Se seu paciente não toma a medicação, a culpa é sua!.

Com base nesse TED abaixo, versaremos sobre a participação dos(as) pacientes 

 

Qual é a problemática sendo abordada?

É de conhecimento de todos os profissionais da saúde que o paciente no atendimento primário e secundário muitas vezes tem um grande papel na eficácia da sua terapêutica, portanto, se o paciente não consegue fazer as coisas que o(a) profissional pediu é problema do(a) paciente, certo? Errado.

Por mais que existam alguns pacientes refratários às terapêuticas, a maior parte dos insucessos terapêuticos no que tange à função e papel do paciente envolve um problema que surge no momento de interação entre o profissional da saúde e o(a) paciente.

 

Como assim?

Um estudo em 1981, citado por Thomas Goetz no TED linkado buscou analisar o motivo das pessoas não passarem fio dental e escovarem os dentes, para isso, eles fizeram um estudo experimental colocando medo nas pessoas, mostrando que desfechos muito desfavoráveis poderiam acontecer com elas caso elas não escovassem os dentes. E o resultado foi que, embora o medo motivasse para a prevenção de doenças dentárias, o fator que mais impactou no resultado foi as pessoas sentirem ou não em ter a capacidade de implementar aquele hábito novo de prevenção

 

O que isso nos mostra?

Como Goetz cita, Bandura mostrou em seus estudos que informação personalizada em prol de motivar e educar as pessoas funciona de maneira eficiente em prol de garantir a participação do(a) paciente.

Com base nisso, Goetz mostra um fluxograma que é bom e eficaz em engajar os pacientes em participar das terapêuticas, a fim de garantir o sucesso clínico.

Segundo ele, temos que entregar informação personalizada, adaptar os dados de estudos em saúde para a problemática e situação do(a) paciente, mostrar em que estado ele(a) se encontra, onde esperamos que ele(a) chegue, e a maneira com que fará aquilo.

 

É necessário conectar a informação com a ação

 

Goetz durante a sua fala mostra vários exemplos de informações que são apresentadas diariamente na medicina de uma forma muito rude e de difícil assimilação, afastando muito o paciente do que é seu cenário clínico, dificultando a participação dele na sua terapêutica e diagnóstico, tendo impactos negativos em sua saúde.

O foco não deve ser no médico, nem no profissional da saúde, deve ser no paciente

Pois é, no final, ele que deve adotar novos hábitos e comportamentos

No fim, ele deixa como sugestão 4 perguntas que todo paciente deveria fazer em seu atendimento, mas você pode, como profissional, adiantar elas e já entregar o que o paciente às vezes não exige.

  1. Ver se ele(a) gostaria de ter acesso aos resultados

  2. Entender e explicar para ele(a) o que os resultados significam

  3. Mostrar as opções terapêuticas de maneira simples e fácil

  4. Explicar o que se espera do(a) paciente e onde busca-se chegar

 

Outros bons artigos relacionados

A medicina mudou, entenda, decida e se atualize! 

Se seu paciente não toma a medicação, a culpa é sua! 

 


Você sabe como usar os parâmetros adequados do ventilador mecânico sem causar danos pulmonares ao seu paciente?

Quando há a combinação de uma alta concentração de oxigênio inalada e de um excesso de pressão para forçar a entrada do ar no pulmão, os danos da ventilação mecânica podem ser maiores que os seus benefícios. Dominar as técnicas da ventilação mecânica protetora é fundamental para que você possa ajustar o ventilador corretamente e evitar lesões ou danos pulmonares ao seu paciente.

Para te auxiliar a dominar melhor esse conhecimento, a Dra. Roberta Fittipaldi ministrar uma aula gratuita sobre Ventilação Mecânica Protetora no próximo dia 28/07, às 21h, aqui na Academia Médica, e você é meu convidado para essa troca de conhecimento!

Para participar, faça sua inscrição clicando no link abaixo ou no banner do evento!

bit.ly/ventilacao-protetora

 


Escrito por Yan Kubiak Canquerino - Colaborador da Academia Médica


 

Referências

Thomas Goetz: It's time to redesign medical data | TED Talk

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você