[ editar artigo]

Google Saúde - Como a empresa tenta domar a medicina e a saúde

Google Saúde - Como a empresa tenta domar a medicina e a saúde

Como muitos sabem, sou médico e transito no ecossistema de  inovação em saúde há um bom tempo. Quando fundei a Academia Médica em 2012 afim de quebrar a alienação do médico falando o que a faculdade esqueceu de contar, a ideia era trazer o que estava acontecendo de novo no mundo e que precisávamos falar para nossos (futuros na época). Comecei mostrando a impressão de um rim artificial e como isso poderia ser uma realidade para nós em breve.

O mundo mudou muito de 2012 para agora. Na época eu já pensava em estudar a relação médico paciente em tempos de doutor Google, o que veio a acontecer mais tarde. O que aconteceu de fato é que todo mundo incorporou a tecnologia em suas rotinas e ainda há muita coisa tem para acontecer.

Esse é o primeiro texto de uma série que demonstra o que as gigantes da tecnologia estão fazendo para estarem presentes também na sua saúde e na rotina de médicos e demais profissionais do setor.

Antes de ir ao que interessa, tenho que tentar demonstrar para vocês um pouco de como a Google investe nas soluções de saúde do futuro.

Basicamente chamamos de Google aqui a Alphabet. Alphabet Inc. é uma holding e um conglomerado que possui diretamente várias empresas que foram pertencentes ou vinculadas ao Google, incluindo o próprio Google. A empresa está sediada na Califórnia e é dirigida por cofundadores do Google, Larry Page e Sergey Brin, sendo que Page é o CEO e Brin o presidente.

  • Os principais investimentos desso conglomerado se baseiam em 3 vertentes:
  • Genética e genômica com 18 investimentos 
  • Pesquisa clínica com 15 investimento e;
  • Planos de saúde e seguros com 12 investimentos

Para você entender o porque que uma empresa como a google investe tanto em saúde, vamos entender o negócio de algumas das investidas do google 

Tecnicamente, a google é uma empresa de inteligência e acesso. Então, além de ser o maior buscador do mundo, ela trabalha todos os dados que são imputados em seus negócios para saber mais sobre o mundo e sobre você, a ponto de caminhar para ubiquidade. Fui e tirei uma foto do próprio google sobre o que significa ubiquidade: 

Bom então, é de se esperar que a empresa busque a maior quantidade de dados para entender mais sobre o mundo, descrever melhor as relações que ocorrem entre tudo e todos, inclusive em âmbito genético. O mais interessante de tudo, é que todos os investimentos se relacionam. então, logo abaixo você verá o vídeo dos 3 principais investimentos em saúde do google:

A primeira empresa que gostaria de falar é a 23 and me. Já falamos dela e o impasse bioético que podemos tirar de uma companhia que faz o que a 23 and me faz.

23 and me

A 23andMe é uma empresa de genética pessoal dedicada a ajudar indivíduos a entender informações genéticas por meio de tecnologias de análise de DNA e ferramentas interativas baseadas na Web. O Serviço de Genoma Pessoal da empresa permite que as pessoas obtenham idéias mais profundas sobre ancestralidade e características herdadas. A visão do 23andMe é personalizar a assistência médica, fazendo e apoiando descobertas significativas por meio de pesquisa genética.

Entenda como funciona a 23 and me logo abaixo: 

Flatiron Health 

A Flatiron Health é uma empresa de tecnologia em saúde e operadora da plataforma OncologyCloud. Integrando-se em todo o espectro de dados clínicos, a Flatiron Health permite que prestadores de assistência ao câncer e empresas de ciências da vida obtenham inteligência comercial e clínica por meio de sua plataforma baseada na Web

Freenome

A Freenome é uma empresa de biotecnologia de IA de genômica no sul de São Francisco, Califórnia. Usando um exame de sangue, o Freenome pode ajudar a detectar e tratar o câncer de maneira rápida e eficiente.

Mas porque uma gama de investimentos tão diversa?

Os investimentos da Google consistem em coletar uma quantidade massiva de dados dos pacientes e usar sistemas avançados de Inteligência Artificial e machine Learning para ter insight significativos e comercializá-los. Ou ainda, utilizar toda essa inteligência para que outras correntes de investimentos da gigante de Mountain View sejam catapultadas para o topo da competição. Aqui falo da Oscar Health, investida em mais de 375 milhões de dólares pela Google.

Oscar Health

A Oscar é um plano de saúde que "quebra" com todo o tradicionalismo de como se entrega saúde nos EUA. Com toda aquela base de dados, com uma conexão alargada entre usuários e a empresa, um sistema robusto de telemedicina e distribuição de receitas médicas e um investimento pesado na prevenção com ações do tipo "seja pago por abandonar o seu carro e caminhar no seu dia a dia" proporciona uma base de dados gigantesca e muita inteligência para evitar sinistros gigantescos. 

Monitoramento da Saúde

Até pouco tempo atras a Google ainda não atuava com consistência para monitoramento de pacientes e fortalecimento do wellness. Isso mudou consideravelmente nesta semana. A Google acaba de adquirir por 2,1 bilhão de dólares a Fitbit. É uma das ações desesperadas da empresa em entrar em um mercado criado pela apple que já vale 25 bilhões de dólares. O intuito é sim vender pulseiras eletrônicas, mas, mais do que isso, é um meio de adquirir informações mais consistentes sobre a saúde de seus usuários e assim, consolidar todas as outras atividades de saúde da empresa.

O mercado de saúde é um dos mais valiosos entre todos os outros. Para se manter conectado com como isso impacta na sua atividade diária Siga-me aqui na Academia Médica ou mande-nos uma mensagem no Whats App clicando AQUI. 

Seguem abaixo os artigos da continuação de nossa série sobre os Gigantes da Tecnologia!

Adoraria aprofundar esse assunto contigo. Escreva um comentário logo abaixo e bora discutir o futuro da saúde aqui nesse post!

Quer falar também sobre tecnologia na medicina aqui na academia médica? Mande-nos uma mensagem que nós te falamos como!

 

Academia Médica
Fernando Carbonieri
Fernando Carbonieri Seguir

Inovação é sua forma de exercer a medicina. Em 2012 criou a Academia Médica, comunidade dedicada a "FALAR O QUE A FACULDADE ESQUECEU CONTAR". Membro Comissão do Médico Jovem do CFM, especialista em Bioética

Ler matéria completa
Indicados para você