Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Nobel de Medicina 2022 vai para geneticista sueco por pesquisas sobre evolução humana

Nobel de Medicina 2022 vai para geneticista sueco por pesquisas sobre evolução humana
Academia Médica
out. 3 - 3 min de leitura
000

O prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina 2022 acaba de ser concedido ao biólogo e geneticista sueco Svante Pääbo, de 67 anos de idade. O nome do vencedor foi anunciado na manhã desta segunda-feira (03), pela Assembleia do Nobel no Instituto Karolinska, na Suécia.

Pääbo leva o prêmio por suas descobertas sobre os genomas de hominídeos extintos e a evolução humana. Através de seu trabalho, ele tenta explicar as diferenças genéticas que diferenciam os seres humanos vivos de seus ancestrais já extintos, dando origem a um novo campo de pesquisas científicas denominado “paleogenética”.

Pääbo foi um dos primeiros cientistas do mundo a demonstrar que era possível adquirir material genético de membros já desaparecidos de grupos de primatas. No ano de 2010, ele coordenou trabalhos voltados ao sequenciamento de DNA de neandertais (Homo neanderthalensis), extintos há cerca de 40 mil anos. 

O biólogo, juntamente com sua equipe de pesquisadores, descobriu que houve a ocorrência de fluxo gênico de neandertais para Homo sapiens. Ambos, em um período de coexistência, tiveram filhos juntos. Essa transferência de genes entre espécies diferentes de hominídeos afeta o funcionamento do sistema imunológico dos seres humanos modernos, influenciando na forma como eles reagem a infecções.

Além disso, a partir de um fragmento de osso encontrado na Sibéria, Pääbo descobriu a existência da espécie humana Denisovans, até então desconhecida. 

Nascido em Estocolmo, o biólogo é afiliado ao Instituto Max Planck de Antropologia Evolucionária, em Leipzig (Alemanha), e ao Instituto de Ciência e Tecnologia de Okinawa (Japão).

Filho do cientista Sune Bergstrom, que ganhou o prêmio Nobel de Medicina em 1982, ele será agraciado com 10 milhões de coroas suecas, o que equivale aproximadamente a R$ 4,8 milhões, além de um diploma e uma medalha.

Confira quem foram os vencedores do Nobel de Medicina dos últimos cinco anos:

2021: Os norte-americanos David Julius e Ardem Patapoutian, pelas descobertas sobre os receptores humanos responsáveis pela capacidade de sentir a temperatura e o toque.

2020: Os americanos Harvey Alter e Charles Rice e o britânico Michael Houghton. Eles descobriram o vírus da hepatite C, levando ao desenvolvimento de exames de sangue sensíveis e medicamentos antivirais.

2019: William Kaelin e Gregg Semenza, dos Estados Unidos, e Peter Ratcliffe, da Grã-Bretanha, por estabelecer a base de compreensão de como as células reagem e se adaptam a diferentes níveis de oxigênio.

2018: Os imunologistas James Allison, dos Estados Unidos, e Tasuku Honjo, do Japão, por descobrir como liberar os freios do sistema imunológico para permitir que ele ataque as células cancerígenas com mais eficiência.

2017: Os geneticistas norte-americanos Jeffrey Hall, Michael Rosbash e Michael Young. Eles são responsáveis por descobertas sobre o relógio biológico interno que governa os ciclos vigília-sono da maioria dos seres vivos.

Leia também:

Richard Feynman, o Premio Nobel 2021 e a educação médica

Ações de prevenção ao câncer. Conheça os finalistas do Prêmio Marcos Moraes




Denunciar publicação
    000

    Indicados para você