[ editar artigo]

Ondas de alta frequência barateiam a engenharia de tecidos

Ondas de alta frequência barateiam a  engenharia de tecidos

A engenharia de tecidos visa reconstruir ossos e músculos, aproveitando a capacidade natural do corpo humano de se curar (1). O grande desafio da regeneração óssea é a necessidade de grandes quantidades de células ósseas que, se colocadas na área alvo, irão prosperar e se desenvolver.

Até hoje, os processos experimentais para transformar células-tronco adultas em células ósseas usaram equipamentos complicados e caros, focando na produção em massa e tornando irrealista a aplicação desse recurso na clínica generalizada (1). Além disso, essas células-tronco foram extraídas da medula óssea de um paciente, fazendo um procedimento altamente doloroso.

Em um novo estudo publicado na revista Small, os pesquisadores mostraram que células-tronco tratadas com ondas sonoras de alta frequência são transformadas em células ósseas de forma rápida e eficiente (1). Esse método foi aplicável e testado em vários tipos de célula, incluindo células-tronco derivadas de gordura, que são muito menos dolorosas para extrair de um paciente.

Consoante o pesquisador do vice-chanceler do Instituto Real de Tecnologia de Melbourne (RMIT), as ondas sonoras reduzem o tempo de tratamento geralmente necessário para que as células-tronco comecem a se transformar em células ósseas em vários dias.

As ondas sonoras de alta frequência são geradas em um microchip, tecnologia de baixo custo e fácil dimensionamento desenvolvida pela RMIT University(1). O microchip gera ondas sonoras de alta frequência para manipular com precisão as células-tronco, que são colocadas em óleo de silício em uma placa de cultura com fundo de vidro. 

O dispositivo gerador de ondas sonoras desenvolvido pode ser usado para manipular com precisão células, fluidos ou materiais. As ondas sonoras podem ser usadas para aplicar uma quantidade precisa de pressão em lugares específicos das células-tronco, para desencadear o processo de mudança(1). 

Artigos relacionados 

Declaração sobre pesquisa com células-tronco da Associação Médica Mundial

As tecnologias da saúde e o juramento hipocrático

Como a realidade virtual pode melhorar os exames de ressonância magnética

Referência 

1. (1) RMIT University, How sound waves could help regrow bones. Fev 2022. Disponível em https://medicalxpress.com/news/2022-02-regrow-bones.html 

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você