Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Tomada de Decisão Compartilhada em Diretrizes Cardiológicas

Tomada de Decisão Compartilhada em Diretrizes Cardiológicas
Academia Médica
set. 12 - 3 min de leitura
000


A tomada de decisão compartilhada (TDC) é essencial para uma assistência ética, envolvendo ativamente os pacientes nas decisões clínicas, considerando tanto o expertise médico quanto as preferências do paciente.

Um estudo publicado em JAMA Netw Open em 07 de setembro de 2023, analisou como a TDC foi incorporada em diretrizes internacionais de cardiologia durante a última década. Os resultados são ao mesmo tempo, esclarecedores e um tanto preocupantes.

Mesmo que 51% das diretrizes analisadas apoiassem a importância da TDC, apenas 6% das recomendações sobre farmacoterapia efetivamente incorporavam a TDC em sua abordagem. Isto sugere que, apesar do reconhecimento da sua importância, a implementação prática da TDC nas diretrizes de tratamento ainda é insuficiente.

O gráfico a seguir extraido do estudo original, representa a proporção de recomendações de farmacoterapia integrando a Tomada de Decisão Compartilhada das Diretrizes do Colégio Americano de Cardiologia, Sociedade Canadense de Cardiologia e Sociedade Europeia de Cardiologia por Ano.

Fonte:  JAMA Netw Open. 2023. doi:10.1001/jamanetworkopen.2023.32793

Alguns dos motivos para essa discrepância incluem a falta de informações balanceadas sobre os prós e contras dos tratamentos, bem como a ausência de ferramentas concretas, como auxílios à decisão baseada em evidências, que poderiam ser usadas para facilitar a TDC.

No gráfico a seguir, representa-se a proporção de recomendações de farmacoterapia das diretrizes do Colégio Americano de Cardiologia, Sociedade Canadense de Cardiologia e Sociedade Europeia de Cardiologia, de 2012 a 2022, que incorporam a tomada de decisão compartilhada por categoria.

Fonte:  JAMA Netw Open. 2023. doi:10.1001/jamanetworkopen.2023.32793

Mas, nem todas as diretrizes estão aquém. O estudo apontou duas diretrizes que se destacaram na incorporação da TDC. A diretriz de colesterol da ACC 2018 e a diretriz cardiometabólica da CCS 2022 são exemplos de como a TDC pode ser efetivamente integrada, fornecendo aos médicos ferramentas práticas e informações quantitativas sobre as opções de tratamento.

Para melhorar a situação atual, vários passos podem ser dados. As diretrizes futuras podem se beneficiar de uma abordagem mais deliberada em relação à TDC, identificando recomendações específicas que sejam adequadas para tal abordagem e fornecendo informações claras e objetivas sobre os benefícios, riscos e custos associados. Além disso, a pesquisa futura deve buscar entender os obstáculos que impedem a integração efetiva da TDC nas diretrizes atuais e identificar maneiras de superá-los.

Em conclusão, a TDC é essencial para garantir que os pacientes estejam no centro do processo de tomada de decisão em saúde. No entanto, as diretrizes cardiológicas atuais ainda precisam percorrer um longo caminho para incorporar efetivamente essa abordagem em suas recomendações. À medida que a medicina avança, é essencial que se coloque ênfase na TDC, não apenas em teoria, mas também, na prática capacitando médicos e pacientes a tomar decisões conjuntas e informadas.



Leia também: 


Referência: 

MacDonald BJ, Turgeon RD. Incorporation of Shared Decision-Making in International Cardiovascular Guidelines, 2012-2022. JAMA Netw Open. 2023;6(9):e2332793. doi:10.1001/jamanetworkopen.2023.32793


Denunciar publicação
    000

    Indicados para você