[ editar artigo]

A arte como aperfeiçoadora do ensino médico e da prática clínica

A arte como aperfeiçoadora do ensino médico e da prática clínica

A medicina requer conhecimento científico e boas maneiras à beira do leito, mas o conhecimento por si só não é suficiente para praticar a boa medicina. Você precisa de ambos - conhecimento e boas maneiras na beira do leito - para praticar uma boa medicina. As boas maneiras com o paciente são a essência da arte na medicina.

Nesse sentido de reconhecer que apenas o conhecimento técnico não nos possibilita executar a melhor prática clínica, a médica Rachel Rajar nos afirma que:

“As escolas de medicina estão descobrindo que o ensino de artes para estudantes de medicina os ajuda a aprimorar suas habilidades de observação e a ensiná-los a ser mais empáticos. Empatia é a capacidade de estar ciente dos sentimentos e emoções de outras pessoas. Empatia não é o mesmo que simpatia que é sentir por alguém. Você precisa de empatia para entender os pacientes.”

Os pacientes trazem medo, ansiedade e autopiedade para o consultório. Sempre foi responsabilidade do médico acalmar seus medos e fornecer esperança. O médico versado em artes se apresenta com uma postura humana e compassiva, empática e solidária.

As artes ajudam a tornar os estudantes de medicina mais atenciosos e com isso eles ouvem atentamente a narrativa do paciente sobre seus sintomas, permitindo que os médicos façam um diagnóstico mais detalhado. A comunicação aberta entre o médico e o paciente também ajuda o paciente a entender sua doença e a cumprir o tratamento proposto.

As artes visuais podem ajudar as escolas de medicina a encontrar médicos mais talentosos. Muitas escolas de medicina agora têm programas de arte através dos quais ensinam aos alunos habilidades de observação e melhores maneiras na beira do leito.

Um curso de artes pode ajudar os estudantes de medicina a lidar com as incertezas que são uma parte essencial da medicina, também pode ajudar os estudantes de medicina a pensar amplamente e analisar várias possibilidades antes de se decidir pela interpretação final.

Levando em consideração o papel de otimização e aperfeiçoamento da prática clínica nós da Academia Médica oferecemos dois cursos sobre o papel das artes na Medicina que visam formar médicos e estudantes de medicina cada vez mais humanos e responsáveis com o bem-estar do paciente e não somente com o processo saúde-doença. Se interessou? Conheça mais sobre os cursos:

  1. A Medicina e as Artes: uma introdução às Humanidades Médicas 

  2. Humanidades Médicas: saúde e doença na história e nas artes

 

Texto elaborado por Diego Arthur Castro Cabral

 


Quer escrever?

Publique seu artigo na Academia Médica e faça parte de uma comunidade crescente de mais de 186 mil médicos, acadêmicos, pesquisadores e profissionais da saúde. Clique no botão "NOVO POST" no alto da página!


 

Referências

  1. Hajar R. What has art to do with medicine? Heart Views 2018;19:34. https://doi.org/10.4103/HEARTVIEWS.HEARTVIEWS_6_18.

 

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler matéria completa
Indicados para você