Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

AHA Define a Síndrome Cardiovascular-Renal-Metabólica

 AHA Define a Síndrome Cardiovascular-Renal-Metabólica
Academia Médica
dez. 11 - 3 min de leitura
000
Na mais recente publicação da American Heart Association, surge um marco na medicina: a definição da síndrome cardiovascular-renal-metabólica - CKM (cardiovascular-kidney-metabolic syndrome). Esta síndrome interliga doenças cardiovasculares, renais e metabólicas, como obesidade e diabetes tipo 2, e destaca a multiplicação dos riscos de saúde e mortalidade quando estas condições coexistem. As atualizações que veremos, foram divulgadas em JAMA, em novembro de 2023.

Fonte:  Larkin H., 2023

🩺O Significado Clínico da CKM

A AHA elaborou uma visão detalhada e multifacetada da síndrome CKM. Chiadi E. Ndumele, MD, PhD, presidente do comitê de redação do aconselhamento, e diretor de pesquisa sobre obesidade e cardiometabolismo na Universidade Johns Hopkins, ressalta a importância de uma definição clara para a CKM. Esta definição unifica o entendimento das interconexões patológicas entre doenças que, até então, eram vistas de maneira mais isolada, melhorando assim a abordagem de tratamento e prevenção.

🩺 Estratégias de Estadiamento e Prevenção

O aconselhamento da AHA propõe um sistema de estadiamento para a síndrome CKM, variando do estágio 0 (ausência de fatores de risco CKM) ao estágio 4 (doença cardiovascular clínica com síndrome CKM). Este estadiamento destaca a progressão da doença e as oportunidades de intervenção, com ênfase em mudanças significativas no estilo de vida e perda de peso para regredir ou prevenir a progressão.

Conforme descrito no aconselhamento, o estadiamento da síndrome CKM reflete sua fisiopatologia, fatores de risco e oportunidades para prevenção e cuidados, estruturados da seguinte forma:

Fonte: Adaptado de Larkin H., 2023

🩺 Impacto na Saúde Pública

O aconselhamento enfatiza o impacto da CKM na saúde pública. Em 2021, doenças cardíacas, derrames, doenças renais e diabetes foram responsáveis por mais de 1 milhão de mortes nos EUA, cerca de 29% do total. A crescente prevalência de riscos relacionados à CKM tem desacelerado cinco décadas de declínio na mortalidade por doenças cardiovasculares, apontando para a urgência de abordar este desafio.

🩺 Tratamento e Desafios Futuros

Além da modificação do estilo de vida, o tratamento da CKM envolve o uso precoce de medicamentos como inibidores do SGLT2 e agonistas do receptor GLP-1. Contudo, o aconselhamento também reconhece lacunas significativas no entendimento dos mecanismos biológicos e químicos das doenças, principalmente nas diferenças de apresentação e progressão entre sexos e grupos raciais e étnicos.

🩺 Conclusão e Perspectivas

O aconselhamento da AHA é um passo significativo na medicina moderna, oferecendo um quadro abrangente para o entendimento e tratamento da síndrome CKM. Ashish Sarraju, MD, cardiologista preventivo na Cleveland Clinic, que não esteve envolvido no desenvolvimento do aconselhamento, destaca o valor do documento em unificar conceitos e fornecer uma abordagem mais eficaz e comunicável para a prevenção e tratamento, com impacto potencialmente transformador na saúde dos pacientes.





Estar atualizado sobre as últimas descobertas e inovações nas ciências médicas faz sentido pra você? Se sim, inscreva-se em nossa newsletter e receba nossos conteúdos diretamente em sua caixa de e-mail!



Leia também: 


Referência:

Larkin H. Here’s What to Know About Cardiovascular-Kidney-Metabolic Syndrome, Newly Defined by the AHA. JAMA. 2023;330(21):2042–2043. doi:10.1001/jama.2023.22276


Denunciar publicação
    000

    Indicados para você