[ editar artigo]

Cabines de telemedicina apresentadas como solução temporária à falta de médicos na França

Cabines de telemedicina apresentadas como solução temporária à falta de médicos na França

Você já imaginou consultar um médico na farmácia ou na prefeitura da sua cidade sem hora marcada? A empresa francesa Medadom enviou uma proposta ao governo francês  para uma solução temporária em relação à crise de atendimento de emergências médicas que ocorre na França.

Trata-se da utilização pela população de cerca de 2200 terminais/cabines de teleconsultas ou telemedicina instalados  pelo país (geralmente em farmácias). Graças a dispositivos conectados com os quais os terminais estão equipados, o diagnóstico do médico é apurado e o paciente pode, se necessário, ser acompanhado . 

O que é teleconsulta e quando optar por ela? 

Foi no  contexto do coronavírus que se desenvolveu a teleconsulta, ou seja, a possibilidade de consultar um médico on-line. Hoje, é uma solução complementar para o acesso à saúde nos territórios.

De fato, os terminais de telemedicina permitem  hoje, na França, lutar contra os desertos médicos, enquanto 4 milhões de franceses vivem em uma área médica tensa (poucos médicos, nenhum clínico geral ou longo tempo de espera para conseguir uma consulta); além de evitar a superlotação nas salas de emergência, respondendo a emergências não programadas (não consideradas urgentes).

Quando optar pela telemedicina?

Pode-se consultar on-line para doenças que não requerem um exame físico completo, como uma infecção do ouvido, gastroenterite, renovação da prescrição, etc. 

Como está a procura

Reembolsada pelo Seguro Saúde (Assurance Maladie) desde setembro de 2018, a telemedicina  tem tido  uma procura e crescimento rápido desde o início da crise da Covid. Para continuar a acompanhar seus pacientes, os médicos descobriram esta prática durante os períodos de confinamento. Só entre 2019 e 2020, o número de consultas remotas aumentou mais de dez vezes em algumas regiões francesas, passando de 5 mil para 55 mil, de acordo com a Caisse primaire d’assurance maladie (CPAM).

Referências: 

La téléconsultation prête à changer de dimension

Leia também:

20 milhões de franceses ficarão sem médico daqui a 5 anos

Testes buscam avaliar capacidade dos cães em detectar câncer de mama

Academia Médica
Janine Diniz Fortuna
Janine Diniz Fortuna Seguir

Consultora para revalidação de diplomas médicos no exterior União Européia/ Suíça desde de 2005 e com experiência profissional em mais de 5 países. janinefortunaconsultoriagmail.com

Ler conteúdo completo
Indicados para você