{{ warning.message }} Ver detalhes
Como implementar o uso do iPad no hospital
[editar artigo]

Como implementar o uso do iPad no hospital


A Universidade de Chicago, em seu programa de residência de medicina interna, já está fazendo isto: eles disponibilizam grandes recursos em seu site gratuitamente, mostrando como eles têm enfrentado muitas das preocupações de implementação de um tablet à rotina do ambiente clínico.

No site da instituição há inúmeros tópicos que demonstram todos os passos da iniciativa. Dessa maneira, outros hospitais podem copiar o projeto e instituir essa grande evolução em seu ambiente de trabalho. Há uma série de manuais que explicam o uso dos aplicativos necessários, a segurança, controle de infecção, acessórios do iPad, compra de aplicativos e muito mais. O público alvo desses manuais são gestores hospitalares e professores de medicina que queiram implementar um currículo baseado em iPad em seus serviços.

Assista ao vídeo a seguir para conhecer um pouco do programa iPad Iniciative da University of Chicago.

Tópicos de destaque no manual

Usando um programa de gerenciamento de prontuários com o iPad:

  • O manual mostra como usar o Citrix e o Epic, são aplicativos que funcionam como uma central de armazenamento de prontuários;
  • Para aqueles que querem saber como funciona o Epic e suas funções, utilizando o Citrix, o manual faz um ótimo trabalho, e inclusive é capaz de mostrar a localização de impressoras para imprimir documentos necessários em papel;
  • Algumas das vantagens que encontraram usando o iPad e Epic: pode-se tratar de algumas questões com os paciente durante a consulta, promover educação ao paciente e aumentar a capacidade de levar todos os seus dados às rondas;

Segurança

  • O manual ensina os passos apropriados para evitar roubos;
  • Vale lembrar que você não tem permissão para armazenar todas as informações do paciente localmente no dispositivo. Isso faz sentido óbvio, o iPad só deve acessar os dados do paciente em uma 'nuvem'.

Controle de infecção

  • Eles dão instruções específicas sobre como limpar o iPad com soluções específicas, como spray Cavicide, e fornecem protetores de tela também.
  • Eles recomendam não usar o iPad em quartos de isolamento.

Características básicas

  • Imagine abordar 30 ou mais pessoas aleatórias na rua, e dizer-lhes que vão usar o iPad para o trabalho. Isso é basicamente o que acontece quando o sistema de um programa de residência, ou um hospital, começa a implementar o iPad em um fluxo de trabalho clínico. Devido a isso, muitos das chamadas "características óbvias" não são tão óbvias. O manual faz um trabalho fantástico de mostrar o que as características básicas do iPad são, e de como usá-lo.

Como gerenciar inúmeros iPads?

  • Há também um outro manual chamado "iPad e Administração". Tem bastante conteúdo nele também, e é destinado a líderes que estão no comando da implantação de iPads múltiplos. Algumas das características: como gerir todos os iPads e o lançamento de informação, a forma de controlar os dispositivos e alguns acessórios importantes, tais como uma caneta de iPad e vários iPads ao mesmo tempo. O programa de residência usa o programa Mobile Iron, que lhes permite acompanhar os iPads, e mais importante, gerenciar aplicativos nos dispositivos.

Gostou da publicação de hoje? Acompanhe o Academia Médica no Facebook!

Fontes:

Universidade de Chicago http://medchiefs.bsd.uchicago.edu/iPad.html

Impact of Mobile Tablet Computers on Internal Medicine Resident Efficiency http://www.imedicalapps.com/2012/04/thermodock-temperature-easy-owning-smartphone/

Para acessar o site da Universidade de Chicago, clique na logo abaixo:

COMPARTILHE
Academia Médica

Academia Médica

Págiona do editorial do Academia Médica para anunciar noticias ou atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Novo post

Artigos relacionados